Técnico do Atlético-MG é demitido após derrota para o Bahia

Série A
20.07.2017, 15:46:00
Atualizado: 20.07.2017, 17:09:01

Técnico do Atlético-MG é demitido após derrota para o Bahia

Roger Machado não resistiu a mais uma derrota em casa

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Roger Machado não é mais o técnico do Atlético Mineiro. O treinador não resistiu à derrota por 2x0 para o Bahia, na noite de quarta-feira (19), em Belo Horizonte, e foi demitido nesta quinta (20), depois de uma reunião com a diretoria do clube. 

Roger não é mais técnico do Atlético Mineiro (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

"Em reunião realizada no início desta tarde, na Cidade do Galo, entre o presidente Daniel Nepomuceno e Roger Machado, definiu-se que o treinador não continua no comando da equipe", comunicou o Atlético brevemente.

O Atlético-MG é o quinto pior mandante do Brasileirão, com oito pontos conquistados em casa em oito partidas. São duas vitórias, dois empates e quatro derrotas. Na classificação geral o Galo é o 11º colocado.

Roger estava no comando da equipe desde novembro do ano passado. Em 42 partidas, obteve 22 vitórias, 9 empates e 11 derrotas. Conquistou o título mineiro e está nas oitavas de final da Copa Libertadores e nas quartas de final da Copa do Brasil.

O agora ex-técnico do Galo não é a primeira vítima do Bahia. Este ano, Argel (Vitória), Ney Franco (Sport) e Marcelo Cabo (Atlético-GO) também foram demitidos após derrota para o tricolor. Paulo Autuori também deixou o cargo de treinador no Atlético-PR após goleada de 6x2 para o Bahia na estreia do Brasileirão, mas na época foi promovido a gestor de futebol.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas