'Temos que ser competentes nos momentos decisivos', diz Douglas

e.c. bahia
07.08.2020, 16:00:00
Atualizado: 07.08.2020, 16:39:30
Goleiro diz que entende responsabilidade que elenco tem na conquista de títulos para o Bahia (Foto: Divulgação/EC Bahia)

'Temos que ser competentes nos momentos decisivos', diz Douglas

Tricolor precisa vencer o Atlético neste sábado (8) para ser tricampeão baiano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A ferida pela perda da Copa do Nordeste para o Ceará ainda está aberta na Cidade Tricolor. Jogadores, comissão técnica e diretoria, no entanto, vão ter que ser rápidos para assimilar o baque. Neste sábado (8), o Bahia já tem outra decisão pela frente. Dessa vez pelo Campeonato Baiano, contra o Atlético de Alagoinhas, às 16h30, no estádio de Pituaçu. 

Uma das referências do elenco tricolor, o goleiro Douglas afirmou que entende o momento de cobrança por parte da torcida. Na análise dele, o Esquadrão precisa ser mais competente em momentos decisivos. Por isso, vencer o Carcará e ficar com título estadual amanhã, vai ser importante para dar tranquilidade ao time na sequência da temporada. 

"Acredito que apesar de a gente ter elenco com jogadores novos, a maioria do nosso time já passou por finais. Lições a gente sempre aprende, mas acredito quer estamos em outro estágio. Já passamos por lições dentro e fora do Bahia e temos que ser mais competentes nesses momentos mais decisivos. O Bahia tem se reestruturado dentro e fora de campo, mas é o momento que  dentro de campo as coisas têm que ser conquistadas, e por isso tem uma cobrança em cima de nós, uma expectativa grande, e temos que estar preparados para todos os momentos", disse ele.

Titular no jogo da ida, quando o Bahia ficou no 0x0 com o Atlético de Alagoinhas, Douglas vai voltar a iniciar a partida neste sábado. Para ficar com a taça do Baianão, o tricolor precisa vencer por qualquer placar. Em caso de empate, o campeão será decidido nos pênaltis. Por isso, o camisa 1 projeta o Esquadrão fazendo uma partida perfeita para não ter sustos durante o duelo.

"Evidente que a gente tem a responsabilidade, por todo investimento e tudo que o Bahia representa, de ser campeão. Apesar do gol não ter saído tivemos pontos positivos e também para melhorar. Estamos cientes disso e trabalhando para que amanhã seja uma partida perfeita, com mais efetividade, e a gente possa logo abrir o placar e conquistar com méritos esse tricampeonato", afirmou. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas