Transalvador e mototaxistas discutem pontos de mototáxi na capital

salvador
03.06.2019, 22:22:00
Atualizado: 03.06.2019, 22:23:19

Transalvador e mototaxistas discutem pontos de mototáxi na capital

Órgão e categoria vão escolher juntos os locais de parada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Representantes dos mototaxistas de Salvador se reuniram com o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, na tarde desta segunda-feira (3), para discutir sobre os locais para implantação de pontos de mototáxi na cidade. Durante o encontro, a categoria falou sobre os problemas enfrentados no dia a dia devido à falta de regulamentação desses espaços.

Segundo a Transalvador, ficou definido na reunião que o órgão, em parceria com a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), e com a participação dos mototaxistas, irá estudar locais adequados para implantar os pontos. O objetivo é encontrar um equilíbrio entres os pontos escolhidos pela categoria e os definidos pelo município em respeito as normas de trânsito.

Participaram da reunião representantes da Associação dos Mototaxistas Profissionais da Bahia (Asmob). Já o Sindicato dos Motociclistas, Motoboys e Mototaxistas do Estado da Bahia informou que também pretende discutir o assunto com a Transalvador nos próximos dias.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas