Três alvos da Operação Valéria são mortos e outros três são presos nesse domingo

salvador
22.08.2021, 17:28:00
Atualizado: 22.08.2021, 17:30:13
(Foto: Divulgação/SSP)

Três alvos da Operação Valéria são mortos e outros três são presos nesse domingo

A polícia chegou até eles após denúncias; submetralhadoras foram apreendidas com os suspeitos

Três integrantes de organizações criminosas atuantes no bairro de Valéria, em Salvador, foram mortos em confronto com a polícia e outros três acabaram presos no início da manhã desse domingo. Eles foram localizados por equipes da Companhia de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) do Batalhão de Choque da PM e das Rondas Especiais (Rondesp) Central, após o levantamento de denúncias anônimas, durante a operação ‘Valéria em Paz’. 

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que as equipes seguiam com o trabalho de contenção quando receberam informações sobre três homens que fugiram de Valéria e se escondiam numa casa no bairro de Cajazeiras. No local os PMs encontraram o trio, um deles ferido com um tiro, e apreenderam duas submetralhadoras, calibre 9 milímetros e drogas.

“Eles nos informaram que eram da localidade conhecida como Lavrador, em Valéria, e que outros comparsas estariam lá com mais armas. Conduzimos os três para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa e demos continuidade com as buscas pelos outros homens”, disse o comandante do Batalhão de Choque da PM, coronel Wildon Teixeira. 

Com as novas informações, os policiais que integram a ‘Operação Grifo’ - que visa intensificar o combate ao tráfico de drogas e organizações criminosas - seguiram para o local indicado, sendo recebidos com tiros por cerca de 20 criminosos, que fugiram pulando muros. No confronto, três homens foram atingidos, levados para o Hospital do Subúrbio, mas não resistiram. 

Na ação os policiais apreenderam, além das submetralhadoras, duas pistolas calibres 9mm e .40, um revólver calibre 38, um rifle de airsoft, dois rádios comunicadores, 85 munições de diferentes numerações, sete uniformes camuflados, um colete balístico, 144 trouxinhas de maconha e 127 de cocaína, um saco com tubos vazios para embalar o pó, além de sete celulares e R$ 56. 
 
O material também foi encaminhado para o DHPP. Os três homens seguem na unidade e prestam depoimento. “Seguimos com o trabalho ostensivo no bairro, produzindo o trabalho de contenção e enfrentamento à esses ataques para levar ainda mais segurança a população”, informou o comandante da operação Valéria em Paz, coronel Paulo Guerra.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas