Última seletiva do Afro Fashion Day acontece em Plataforma

bazar
10.10.2017, 19:31:19
Cláudio Lopes, 22, foi um dos candidatos da seletiva realizada em Plataforma (Angeluci Figueiredo)

 Última seletiva do Afro Fashion Day acontece em Plataforma

A final do concurso será no dia 25 de outubro

Cerca de 40 pessoas compareceram, às 15h, desta terça-feira (10), à última seletiva do Afro Fashion Day (AFD) no Subúrbio Ferroviário, em Plataforma. O evento, que é organizado pelo jornal CORREIO, celebra desde 2015 o Dia da Consciência Negra. Nesta etapa, o júri - composto pela curadora do AFD e editora de projetos especiais, Gabriela Cruz, a analista de marketing Gabriela Souza e o produtor de moda Fagner Bispo - escolhe os candidatos que irão participar da fase final, no dia 25 de outubro.

Candidatos compareceram ao Centro Cultural Plataforma para a última seletiva do Afro Fashion Day

Nesses 3 anos de projeto, é a primeira vez que as seletivas do AFD acontecem diretamente nos bairros. Ao total, foram 750 inscritos. Segundo Gabriela Cruz, beleza física não é o mais importnte. "Estamos atrás de gente com atitude, não temos um padrão. Essas seletivas são para levar pessoas que não são profissionais até a passarela", observa. Para a auxiliar administrativa Salete Sotero, 48, é uma ótima oportunidade, especialmente para os jovens do subúrbio. “É uma chance única para as pessoas que vêm da periferia. Eu espero que os vencedores consigam construir uma carreira”, afirma ela, que levou seu filho, Yan Sotero, de 13 anos, para participar da seleção. 

Edilene Zurc e Jadson Santos venceram o concurso Beleza Black 2017 e estão confirmados no AFD (Foto: Angeluci Figueiredo)

Além dos bairros, a equipe também realizou seletivas com agências de modelos profissionais. Foi exatamente o caso da dupla Edilene Zurc e Jadson Santos, vencedores do concurso Beleza Black 2017, que é organizado pela agência One Models, uma das parceiras do AFD. “Todos os modelos negros sonham com o Afro. Em novembro, a nossa cabeça gira em torno disso”, conta ela, que este ano, já está confirmada no desfile do projeto.

De nascença
Com salto preto de verniz e cabelo crespo curto, a estudante Monique Lemos, de 13 anos, esbanja espontaneidade e fala como gente grande. Segundo o pai, a garota é comunicativa. “Ela sempre foi falante, queria ser atriz. Foi crescendo e decidiu que queria ser modelo. Eu apoio tudo, quero vê-la feliz”, relata ele, que mora em Mirantes de Periperi. Além de atriz e modelo, Monique também dança. Aluna da FUNCEB (Fundação Cultural do Estado da Bahia), ela conta que recebeu muito apoio dos professores e colegas. “Me apoiam, falam que levo jeito. Decidi que é o que eu quero e vou correr atrás do meu sonho”, garante.

Sid Lemos levou a filha de 13 anos, Monique Lemos, para participar da seletiva em Plataforma (Foto: Angeluci Figueiredo)

Afirmação
Enquanto alguns candidatos estão querendo entrar o mercado através do AFD, outros buscam no projeto a oportunidade de fortalecer a carreira já iniciada. É o caso de Cláudio Lopes, 22, e Jadison Palma, 23.


Vencedor do concurso Pérola Negra 2017, evento cultural que acontece há 17 anos em Santo Antônio de Jesus, localizado a 187 km de Salvador, Cláudio já realizou diversos trabalhos como modelo. “Tentei trabalhar em agências, mas disseram que, devido à minha baixa estatura, não me encaixava no padrão de modelo para desfilar. Acredito que levo jeito para a área comercial, por isso vim para o Afro”, explica o jovem, que vestiu a faixa de vencedor em junho deste ano.

Estilista, produtor cultural e empresário, Jadison Palma tenta aprovação no Afro Fashion Day

Com look exclusivo costurado por ele mesmo, Jadison Palma, além de estilista é produtor cultural. Há três meses, Jadison criou o projeto Jovens Periféricos, que realiza aulas de dança, artes cênicas e oficinas de moda no Centro Cultural Plataforma. “A nossa finalidade é agregar todo mundo que precisa, queremos empoderar e ajudar esses jovens a crescer”, declara ele, que também é empresário e tem uma marca de roupas, que leva o mesmo nome do projeto.

Jéssica Santos, de 17 anos, é aluna do Jovens Periféricos e está participando da seletiva do Afro Fashion Day pela primeira vez. “Minha auto-estima sempre foi muito baixa, isso tem melhorado com o tempo. Sou esforçada e espero passar hoje”, conta. 

Afro Fashion Day
Depois de 2 edições realizadas dia 20 de novembro, na Cruz Caída, que fica no Pelourinho, o Afro Fashion Day vai mudar de data: será dia 18 do mesmo mês. O lugar também mudou, porém o novo espaço ainda não foi divulgado. 

Com assinatura dos arquitetos Giuseppe e Maria Clara Mazzoni, da GMF Arquitetos, assinam pelo terceiro ano consecutivo o projeto do AFD, que terá como tema os quatro elementos da natureza - fogo, terra, água e ar. 

Entre 699 projetos inscritos de 264 veículos de comunicação de 40 países, o Afro Fashion Day foi um dos vencedores do The Global Media Awards, prêmio anual da Associação Internacional de Mídias Noticiosas (INMA) - concurso que premia as melhores publicidades de mídias do mundo. O Afro ganhou medalha de prata na categoria Melhor Uso de um Evento para Construir uma Grife de Notícias.

O Afro Fashion Day é um projeto do CORREIO e tem apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas