Uma crise a menos

negócios
17.03.2020, 05:10:00
Atualizado: 17.03.2020, 07:43:35

Uma crise a menos


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Pesquisa da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) – com dados da Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) - indicam que a Bahia ampliou o número de passageiros transportados em voos domésticos após a crise provocada pelo cancelamento das operações da Avianca Brasil, em maio do ano passado.  Levando-se em conta apenas a comparação entre os meses de dezembro (2019 e 2018), que representa um retrato mais fiel do efeito do fim das operações da companhia, o estudo mostra que a oferta de assentos já foi reposta no estado e, mais que isso, cresceu 7,4%. Na mesma comparação, o número de decolagens cresceu 3,4% (+ 133 operações) e o número de passageiros transportados teve aumento de 4,6%, acréscimo de aproximadamente 22 mil passageiros, totalizando 456 mil viajantes.

A associação também levantou outra boa notícia, esta originada pelo impacto do acordo de redução da alíquota de ICMS sobre o combustível de aviação no estado de São Paulo, de 25% para 12%.  De acordo com a entidade, o acordo contribuiu para o aumento de voos na Bahia, que ganhou, entre julho e dezembro do ano passado, 95 novos voos semanais tendo como destino ou ponto de partida São Paulo (o estado mais rico da federação e maior emissor de passageiros).

“Mesmo em um ano difícil para a aviação como foi 2019, com perda de oferta após o fim das operações da Avianca Brasil e a alta do dólar impactando os custos do setor, foi possível registrar números positivos na Bahia, fato que deve ser celebrado e que comprova o constante aprimoramento da eficiência das companhias aéreas”, diz o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, acrescentando que a oferta de assentos, reduzida após o término das operações da Avianca, já está praticamente reposta no país pelo setor, na comparação anual de 2019 com 2018. 
Com um problema a menos – causado pelo fim da operação da Avianca Brasil – o setor agora tem pela frente um novo problema, que é o de enfrentar os efeitos do coronavírus. 
 
Estudo analisa como turistas usam cartão em Salvador

De acordo com o levantamento da Visa Consulting & Analytics (VCA), entre outubro de 2018 a setembro de 2019, as cidades baianas de Salvador, Porto Seguro, Mata de São João, Lauro de Freitas e Feira de Santana, foram os locais no estado em que turistas brasileiros mais usaram os cartões Visa nos segmentos relacionados ao turismo, como hospedagem, aluguel de carros, restaurantes, entretenimento e despesas com agências de viagens. Em Salvador, o segmento de hospedagem representa 29% do volume de pagamentos de turistas com cartões Visa. Aluguel de carros vem logo em seguida (23%), entretenimento (20%), restaurantes (18%), e despesas com agências de viagens (10%). Em Porto Seguro, restaurantes representa 39% do volume dos pagamentos com Visa, seguidos por hospedagem (37%), aluguel de carros (19%), entretenimento (3%) e despesas com agências de viagens (2%). O setor de aluguel de carros é a categoria com maior volume no uso de cartões Visa por turistas em Mata de São João (83%), seguido por restaurantes (18%).

 
O momento ainda é da bolsa

A bolsa não morreu e continua sendo um investimento rentável e seguro mesmo com as recentes perdas provocadas pelo choque do petróleo e pelo novo coronavírus. A avaliação é de Felipe Steinfeld, diretor de Wealth Management da Guide Investimentos. A companhia abriu escritório em Salvador no final da semana passada com o objetivo de captar uma carteira de R$ 1 bilhão. É a primeira unidade do grupo que nasce do zero, sem que antes tenha sido feita alguma aquisição. A estratégia é usar a base da capital baiana para aumentar a presença da empresa no Nordeste. No momento, a estrutura emprega 6 consultores de investimentos para atender a clientela local. Com mais de 50 anos de existência, a Guide tem escritórios em 37 cidades brasileiras e gerencia recursos de aproximadamente R$ 25 bilhões, sendo R$ 11 bi na divisão de Wealth Management (votados ao investidor pessoa física), localizados em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e, agora, Salvador.

Segundo Steinfeld, com os juros básico da economia nos patamares mais baixos da história, os investimentos em renda fixa não compensam. “Se fizermos as contas, do rendimento do CDI descontado os impostos e a inflação, dá zero, ou até negativo”, justifica. Sobre o cenário de instabilidade nas bolsas, ele diz que o segredo para enfrentar momentos como esse é o de não se expor ao risco, diversificando o portfólio de aplicações.  Apesar de não trabalhar com a hipótese de uma recessão global, Steinfeld diz que é preciso estar atento, principalmente à questão dos preços do petróleo. “As empresas se do setor de Óleo e Gás são muito endividadas e caso percam capacidade de pagamento isso pode se refletir em uma crise bancária”, aponta. Sobre o coronavírus, ele acredita que a situação se normalizará em quatro meses.   
 
Farmácia aposta em novo formato
 
A Singular Pharma expande seu negócio em 2020 para apresentar em suas unidades, além de produtos próprios, serviços de consultoria e varejo na área de saúde, suplementos e fitoterapia. A primeira loja neste formato será inaugurada no dia 17 de março, no Parque Shopping Bahia, em Lauro de Freitas. A ideia é oferecer aos clientes muito mais do que uma farmácia de manipulação, mas sim um centro de bem-estar, com um mix mais variado e maior espaço para varejo. As novas lojas contarão, também, com consultores especializados em bem-estar para atender os consumidores. Quem chegar a Singular Pharma vai poder tirar dúvidas sobre suplementos, vitaminas, snack proteicos e todas as outras opções que vão contribuir para uma melhor qualidade de vida, performance esportiva ou ajuste metabólico.
 
 
 CDL Salvador suspende eventos 

Em atendimento às recomendações de autoridades de saúde para prevenção contra a difusão do novo coronavírus, a CDL Salvador suspendeu dois de seus projetos agendados para os próximos dias. São eles o “Quintas Empreendedoras”, que estava marcado para esta quinta-feira, dia 19, na sede da CDL Salvador; e o "Almoço Empresarial", promovido pela CDL Jovem de Salvador, que estava na agenda para o dia 27 deste mês, no restaurante Barbacoa. 

"A suspensão dos eventos visa a segurança e a integridade de todos, equipe e público. Contamos com a compreensão dos envolvidos, participantes já inscritos e todos os que têm interesse em participar. Mais adiante, a CDL Salvador vai divulgar novas datas em suas redes sociais", informa o gerente institucional da CDL Salvador, Fausto Matos.
 
FIQUE POR DENTRO
 
Martha Paiva - Com quase 30 anos de tradição no mercado de moda em Salvador, a loja multimarcas Martha Paiva, vai abrir uma unidade no Shopping Barra. Prevista para iniciar a operação em julho, a nova operação está dentro do conceito de “construir histórias” que norteia os planos de expansão da marca. Ao mesmo tempo, a loja da Pituba, com quase 600m2 de área, será repaginada. O investimento na ampliação dos negócios será de aproximadamente R$ 600 mil e vai gerar 20 empregos diretos e indiretos.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas