Unidade vai acolher crianças e adolescentes com suspeita de coronavírus

salvador
27.03.2020, 12:32:19
(Foto: Valter Pontes/Secom PMS)

Unidade vai acolher crianças e adolescentes com suspeita de coronavírus

Estrutura foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (27), na Avenida Bonocô

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma Unidade de Acolhimento Institucional de Permanência Breve, inaugurada na manhã desta sexta-feira (27), na Avenida Bonocô, pelo prefeito de Salvador, ACM Neto, vai atender especificamente nesse período da pandemia a 20 crianças e adolescentes de 7 a 17 anos com suspeita de coronavírus na cidade. A unidade será administrada pela Fundação Cidade-Mãe. Prioritariamente, o atendimento será feito a jovens em situação de rua.

“A intenção dessa unidade é fazer com que a criança ou o jovem que esteja com suspeita de coronavírus não se misture com outros que estão inteiramente saudáveis, no intuito de proteger e evitar o contágio principalmente com outras crianças, familiares e idosos. Aqui, será acompanhada a evolução do quadro, são feitos testes e, caso o resultado seja negativo, podem retornar para as famílias ou para a unidade permanente de abrigamento. Em caso positivo, será imediatamente iniciado o tratamento”, afirmou o prefeito.

A unidade de acolhimento especial possui estrutura composta por sala de estar, cozinha, quartos com beliches, sala de recreação, sala da administração e recepção, dentre outros ambientes. Além do acolhimento, também serão oferecidos acompanhamento médico e psicossocial, assim como alimentação e higiene.

Durante a inauguração, Neto também anunciou o apoio municipal a 11 entidades que cuidam de crianças órfãs na capital baiana. A medida vai beneficiar 524 crianças, que terão suporte de acompanhamento médico e psicossocial. As entidades vão receber cestas básicas e a prefeitura vai manter, ainda, um canal permanente de diálogo e comunicação com as instituições, para acompanhamento das demandas.

Também participaram da inauguração as secretárias Rogéria Santos (Políticas para Mulheres, Infância e Juventude) e Ana Paula Matos (Promoção Social e Combate à Pobreza), além da presidente da Fundação Cidade-Mãe, Gabriela Macêdo.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas