'Uns merdas decidem quem ganha o jogo', brada Bellintani sobre o VAR

e.c. bahia
31.10.2019, 21:31:00
Atualizado: 01.11.2019, 12:14:58
Guilherme Bellintani desabafou após derrota do Bahia na Vila Belmiro (Mauro Akin Nassor/CORREIO)

'Uns merdas decidem quem ganha o jogo', brada Bellintani sobre o VAR

Presidente do Bahia ficou na bronca com a arbitragem na derrota para o Santos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O final de jogo entre Bahia e Santos, que terminou com a derrota tricolor por 1x0, foi quente. Em entrevista à rádio Metrópole, o presidente tricolor, Guilherme Bellintani, fez um longo desabafo sobre o uso do árbitro de vídeo (VAR) durante o duelo. Para Bellintani, a decisão que anulou o gol marcado por Juninho, aos 36 minutos do segundo tempo e que decretaria o empate tricolor, foi incorreta. 

“Fizemos um péssimo jogo. Mas o juiz, e o VAR, já estavam determinados sobre quem ia ganhar o jogo. Para mim está claro isso. O zagueiro do Santos fez uma falta aqui no final e ele foi verificar se já tinha cartão ou não para dar o cartão. O que eles usaram no VAR foi analisar o pé do Moisés na hora que a bola sai ou não. O que existe hoje são uns merdinhas que ficam em uma salinha decidindo quem ganha o jogo. A dona CBF vai ter que responder sobre isso, porque na hora de procurar o Bahia para uma série de coisas eles sabem. Esses merdas têm que provar agora que na hora que a bola saiu do pé de Marco Antônio foi a hora que eles paralisaram a imagem. Não tem mais mesma linha no futebol brasileiro. Agora coloca um videogame, decide quem vai ganhar e para o campeonato", criticou Guilherme Bellintani. 

Durante a partida contra o Santos, o árbitro de vídeo foi acionado duas vezes. No primeiro tempo, anulou o gol marcado por Eduardo Sasha, quando o jogo ainda estava 0x0, e no segundo tempo anulou o tento de Juninho. Ambos alegando impedimento. 

Com a derrota, o Bahia completou o terceiro revés seguido. O tricolor volta aos gramados no domingo (3), quando visita o Cruzeiro, às 19h, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas