'Ustra foi um homem de honra', diz Mourão sobre coronel condenado por tortura

brasil
08.10.2020, 10:46:53
Atualizado: 08.10.2020, 11:20:26
(Foto: ABr)

'Ustra foi um homem de honra', diz Mourão sobre coronel condenado por tortura

Coronel foi o primeiro militar a ser condenado pela prática de tortura durante a ditadura

O vice-presidente da república Hamilton Mourão exaltou o coronel Alberto Brilhante Ustra em entrevista ao programa TV Conflict Zone, da emissora alemã DW. Ustra foi o primeiro militar condenado pela prática de tortura durante a ditadura militar que governou o Brasil entre 1964 e 1985. Na entrevista, Mourão o definiu como "um homem de honra e um homem que respeitava os direitos humanos de seus subordinados”.

“O que posso dizer sobre o homem Carlos Alberto Brilhante Ustra, ele foi meu comandante no final dos anos 70 do século passado, e era um homem de honra e um homem que respeitava os direitos humanos de seus subordinados. Então, muitas das coisas que as pessoas falam dele, eu posso te contar, porque eu tinha uma amizade muito próxima com esse homem, isso não é verdade”, afirmou o vice.

Mourão disse ainda que não está “alinhado com a tortura, e, claro, muitas pessoas ainda estão vivas daquela época, e todas querem colocar as coisas da maneira que viram. É por isso que eu disse antes que temos que esperar que todos esses atores desapareçam para que a história faça sua parte. E, claro, o que realmente aconteceu durante esse período… esse período passou."

Ainda à DW, Mourão DISSE que o governo Bolsonaro está fazendo um bom trabalho contra a covid-19, apesar dos quase 150 mil mortos desde o início da pandemia, em março deste ano.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas