Usuários do Twitter repetem pergunta que levou Bolsonaro a ameaçar jornalista

brasil
24.08.2020, 08:33:37
(Carolina Antunes/PR)

Usuários do Twitter repetem pergunta que levou Bolsonaro a ameaçar jornalista

Presidente da República falou que tinha "vontade de encher de porrada" o jornalista

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Jornalistas, artistas, políticos e outros usuários do Twitter repetiram a pergunta feita pelo jornalista de O Globo ao presidente Jair Bolsonaro na tarde deste domingo, 23, em Brasília. O repórter questionou por que a primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Em resposta, o presidente da República falou que tem "vontade de encher de porrada" o jornalista.

A frase "Presidente @jairbolsonaro, por que sua esposa Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?", acompanhada da hashtag #RespondeBolsonaro, começou a ser compartilhada por jornalistas na rede social e logo teve a adesão de outros usuários, de artistas, como Caetano Veloso, e políticos, como o vereador Eduardo Suplicy (PT). Os termos "Fabrício Queiroz" e "Michelle" estavam entre os mais comentados do Twitter no final da noite de domingo. O presidente não se manifestou sobre o assunto.

A resposta agressiva de Bolsonaro ao jornalista foi dada na tarde do domingo, enquanto o presidente visitava uma feirinha de artesanato em frente à Catedral Metropolitana de Brasília. Jornalistas que acompanhavam a visita questionaram se a declaração era uma ameaça, mas o chefe do Executivo não respondeu mais e seguiu com a visita. O Palácio do Planalto foi questionado pela reportagem sobre o teor da frase, mas respondeu que não iria comentar.

Entidades de imprensa repudiaram a ameaça e cobraram uma "reação contundente" dos Poderes Legislativo e Judiciário.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas