Vacinação contra o sarampo entra na segunda fase

saúde
18.11.2019, 07:46:08
Atualizado: 18.11.2019, 07:48:36

Vacinação contra o sarampo entra na segunda fase

Na primeira fase foram vacinadas 400 mil crianças na faixa de 6 meses a 4 anos

O Ministério da Saúde inicia nesta segunda-feira (18) a segunda fase da campanha de vacinação contra o sarampo, desta vez com foco na faixa etária de 20 a 29 anos. O objetivo é que essa população tome duas doses da vacina tríplice viral (caxumba, rubéola e sarampo) com intervalo mínimo de 30 dias.

Para se imunizar, basta ir a uma das Unidades Básicas de Saúde do município com a caderneta de vacinação. Quem não tiver o registro vacinal, receberá as duas doses.

Na primeira fase da campanha foram vacinadas 400 mil crianças na faixa de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias - esse é o grupo mais vulnerável e sujeito a complicações com a doença. Seis bebês com menos de um ano morreram em decorrência do sarampo neste ano.

Segundo o Ministério da Saúde, outras três etapas da campanha de vacinação contra o sarampo ocorrerão em 2020. A meta é vacinar 2,6 milhões de crianças na faixa prioritária e 13,6 milhões de adultos. No próximo ano (ainda sem data definida), deverão ser contempladas pessoas de 5 a 19 anos, de 30 a 49 anos e de 50 a 59 anos.

As únicas contraindicações da vacina são para bebês com menos de seis meses e pessoas alérgicas. Para proteger as crianças dessa idade, os pais devem evitar que elas frequentem aglomerações e manter higienização e ventilação adequadas. Quem tem alergia à proteína lactoalbumina (presente no leite de vaca) recebe a dose feita sem o componente.

Surto
O governo federal estima que o surto no País deva levar, pelo menos, entre seis a oito meses para ser totalmente contornado. Nos últimos 90 dias, foram contabilizados 5.660 casos da doença, com seis mortes. Embora a maioria dos registros (90,5%) esteja concentrada em São Paulo, há um número significativo de casos (537) espalhados em 18 estados.

O grande número de pessoas com a doença e os focos de infecção associados à baixa cobertura vacinal em vários pontos do Brasil explicam as projeções pouco otimistas. A estimativa é de que 39,9 milhões de brasileiros - 20% da população, estão suscetíveis ao vírus. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/harmonia-recebe-ludmilla-e-ferrugem-em-gravacao-de-dvd-no-wetn-wild/
Gravação acontece na estreia d'A Melhor Segunda Feira do Mundo, no dia 6 de janeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-juice-wrld-morre-aos-21-anos-nos-estados-unidos/
Ele sofreu convulsão no aeroporto; artistas lamentam
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/fotografa-faz-ensaios-para-negros-a-preco-acessivel-no-reconcavo/
Ellen Katarine também é trancista, dreadmaker e estudante de História na UFRB
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/thiaguinho-chora-ao-cantar-musica-que-escreveu-para-fernanda-souza-veja/
Cantor começou a se emocionar durante a canção 'Deixa Tudo Como Está'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/dancarino-morre-e-outras-duas-pessoas-ficam-feridas-em-ataque-de-faccao/
Três homens e uma mulher em um carro atiraram contra moradores em São João do Cabrito
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/jovem-se-finge-de-gato-e-mia-embaixo-da-cama-para-nao-ser-achado-por-policiais/
Ele é suspeito de ter participado de um latrocínio em Fortaleza
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/do-cordel-a-escultura-leitores-fazem-homenagens-para-correio/