Vacinação infantil contra covid deve começar nessa sexta (14), diz Bruno

salvador
13.01.2022, 15:27:28
(ABR/Arquivo)

Vacinação infantil contra covid deve começar nessa sexta (14), diz Bruno

Público inicial é restrito a crianças atendidas por organizações sociais; sábado deve ampliar

A vacinação de crianças contra a covid-19 deve começar em Salvador a partir dessa sexta-feira (14), segundo revelou o prefeito Bruno Reis, em entrevista ao Bahia Meio Dia, da TV Bahia.

Salvador vai receber cerca de 16 mil doses para imunização das crianças de 5 a 11 anos. "A previsão é amanhã (sexta) à tarde iniciar a vacinação pelas organizações sociais que trabalham com crianças com deficiência e no sábado vamos abrir para todas as crianças com 11 anos", disse. "Infelizmente só estão chegando 16 mil doses e temos um universo de pouco mais de 20 mil crianças com 11 anos em Salvador", explicou.

Assim que mais doses forem chegando, Salvador vai descer a faixa etária apta a receber a vacina, em estratégia similar à que aconteceu com os adultos. 

Por decisão do Ministério da Saúde, os responsáveis pelas crianças terão que preencher uma autorização para permitir a imunização. "Foi uma orientação do ministério. Infelizmente é uma exigência a mais que acaba impactando nas filas", avaliou o prefeito.

Só um dos responsáveis legais precisa assinar. O modelo do termo será disponibilizados nos postos de vacinação, mas para acelerar o processo, o ideal é preencher o documento em casa e já levar assinado. "É uma exigência que vamos cumprir, mas nosso objetivo é facilitar. Caso a criança vá com algum parente é importante levar essa declaração. Há declarações disponíveis nas nossas redes, a pessoa pode imprimir e só assinar", diz. 

As primeiras doses da vacina para crianças, que são doses específicas da Pfizer, devem chegar na madrugada de amanhã a Salvador. A Secretaria Estadual da Saúde distribuirá as doses pelas cidades, que devem fazer e divulgar seus calendários.

Filas
Bruno falou ainda que por conta do afastamento de muitos profissionais, a cidade está com dificuldades para seguir no mesmo ritmo a campanha de vacinação. 

"Estamos nesse momento com 2 mil profissionais a menos, afastados pela covid. Estamos com dificuldade, vocês estão vendo que as filas aumentaram nos drives, locais de vacinação. Estamos com menos pessoal e estamos vacinando ao mesmo tempo covid e gripe. Ontem vacinamos mais de 40 mil pessoas com essas vacinas".

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas