Vagas para nova piscina são ótimas, só inscrição que dá trabalho

victor uchôa
19.01.2019, 05:00:00

Vagas para nova piscina são ótimas, só inscrição que dá trabalho


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

É de se elogiar que a prefeitura tenha aberto para todos os moradores de Salvador a possibilidade de nadar na arena aquática recém-implantada na orla da Pituba. Oferecendo aulas gratuitas para todas as idades, de nadadores amadores a pessoas que nunca nadaram – além das turmas de hidroginástica -, criou-se um caminho que, se for mantido, pode construir uma efetiva democratização da iniciação e da prática esportiva.    

Entretanto, que sistema de matrícula fuleiro!

Hoje, qualquer pessoa elabora e lança um formulário de inscrição online na hora que quiser, sem nenhuma dor-de-cabeça. Mas os técnicos da prefeitura simplesmente não conseguiram disponibilizar uma rede minimamente estável para as pessoas.

Conheço muita gente que tentou fazer o procedimento e o roteiro foi o mesmo pra todo mundo: primeiro o formulário não abria; depois de trocentas atualizações na página, surgia a ficha de inscrição; quando enfim a pessoa preenchia tudo e conseguia enviar, dava erro.

Erro após erro, só alguns garantiram a vaga naquele momento. Em seguida, começaram a surgir as surpresas. Teve gente, por exemplo, que preencheu umas 15 fichas, com erros em todos os envios. Horas depois, quando as turmas já estavam cheias, recebeu um e-mail confirmando a inscrição. Agora não sabe nem em que turma está.

Outra pessoa passou pela mesma sequência de erros nas tentativas de envio e, mesmo assim, recebeu a confirmação no e-mail... da mãe! Agora não faz ideia se está inscrita na turma de natação ou hidroginástica, pois, em meio a tantas falhas, tentou as duas modalidades.

Por falar nisso, compreende-se, claro, a exigência de dados de pais e responsáveis para menores de 18 anos. Mas criar um único modelo de formulário pra todo mundo, seja lá qual for a idade, causou situações, no mínimo, estranhas: uma pessoa de 50 anos, por exemplo, ser obrigada a informar dados como CPF e e-mail da mãe, pois, do contrário, não conseguiria concluir a inscrição.

Alguém vai argumentar que a procura foi muito grande, o que não justifica um sistema tão ruim para um procedimento que deveria ser tão simples. Existem ações online com demanda muito maior, realizadas diariamente, que não exigem tanta paciência.

Provavelmente, a inscrição será reaberta para preenchimento de vagas restantes, porque muita gente nem sabe que está inscrita e não vai se apresentar com os documentos exigidos.

Além do mais, como as turmas têm duração de quatro meses, em breve todo o processo será feito novamente, então é preciso haver um upgrade nesse sistema de matrícula.

Melhor gastar energia na piscina do que na frente do computador.      

Juntos
A caminho da Colina Sagrada, poucos metros antes da Estação da Calçada, um caminhão do Corpo de Bombeiros banhava os passantes, para alegria de quem fervia no calor. “Chuva de bênçãos!”, um gaiato gritou no meio da algazarra. “Nêeego, Nêeego!”, alguém puxou, seguido pelo coro. “Baêêêa, Baêêêa!”, outro rebateu, também seguido pelo coro.

Deu-se então espontaneamente um coral conjunto debaixo da chuva cenográfica no caminho para o Bonfim, todo mundo se espremendo no meio daquele “empurra-empurra pacífico”.

Isso é a Bahia em estado bruto, bem diferente da brutal rivalidade que alguns querem impor.

*Victor Uchôa é jornalista e escreve aos sábados

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas