Valéria: chamas em galpão da Ortobom atingiram 20 metros

salvador
29.06.2019, 18:03:00
Atualizado: 01.07.2019, 17:54:27
(Foto: Divulgação/Codesal)

Valéria: chamas em galpão da Ortobom atingiram 20 metros

Foram usados 15 mil litros de água para debelar o incêndio; houve perda total

As chamas que atingiram um galpão da Ortobom que funciona no bairro de Valéria, na Rua Eurico Temporal, na madrugada deste sábado (29), chegaram a uma altura de 20 metros. Segundo informações do coordenador de Operações do Corpo de Bombeiros, o capitão André Matos, foram usados 15 mil litros de água para debelar o incêndio, que foi considerado de grande proporção. O galpão possuía 12 metros de altura e, aproximadamente, o tamanho de um ginásio de esporte. Durante o incêndio, a estrutura do teto, que era de um material metálico, desabou. 

No local estavam armazenados material para confecção de colchões, máquinas, compressores e colchões prontos. Houve perda total. Os bombeiros conseguiram impedir que as chamas passassem para outro galpão que funciona como depósito de colchões e fica a 1,5 metro de distância do que foi destruído pelo fogo. Não houve vítimas e as chamas não atingiram imóveis vizinhos.

No entanto, uma família que morava no imóvel mais próximo ao galpão teve que sair de casa por conta da alta temperatura do local, mas a estrutura da  habitação não foi comprometida, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Representantes da Defesa Civil de Salvador (Codesal) também estiveram no galpão e informaram que há risco de desabamento.

Foto: Divulgação/Codesal

De acordo com o capitão, um vigia ouviu um estouro na parte interna do galpão, na madrugada, e logo em seguida já foi surpreendido pelas chamas. Foi então que ele acionou o Corpo de Bombeiros. Ainda não se sabe o que provocou o incêndio. Só o resultado da perícia da Polícia Técnica é que vai apontar as causas.

As equipes chegaram ao local por volta das 4h. A operação durou até 7h e contou com três viaturas de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros, uma viatura de resgate, um caminhão pipa da Embasa, além da atuação de 25 bombeiros. Além do Corpo de Bombeiros, técnicos da Embasa, Codesal e os brigadistas do local atuaram no combate.

O espaço que pegou fogo pertence à fábrica de colchões Ortobom e fica em frente a outro galpão da empresa de colchões, que pegou fogo há três meses

A dona de casa Kátia Oliveira, 47, que mora em uma casa em frente ao galpão, conta que foi acordada pelos vizinhos com a notícia do incêndio. De acordo com ela, às 4h20, ela ainda estava dormindo, quando ouviu os vizinhos gritando na porta da casa para ela acordar. Quando abriu a porta do imóvel, viu as chamas altas e saiu correndo de casa só com uma sacola com todos os documentos. 

 Após três meses e dez dias do primeiro incêndio na rua, ela ainda contabiliza os prejuízos. Precisou reformar parte da casa com recursos próprios. “Nada foi feito em relação a minha família e aos meus vizinhos que tiveram prejuízo. Tenho uma vizinha que precisou sair de casa e não voltou ainda e o vizinho de trás, que um muro desabou em cima da casa dele”.

Quem também foi acordado pelos vizinhos por conta do incêndio foi o morador da Rua Carlos Roberto dos Santos, 56. “A rua toda desceu. A gente nunca sabe a proporção que vai ter, então tem que sair de casa correndo”. Ele contou ainda que dessa vez o fogo atingiu a casa do vizinho e quebrou a janela, mas que o estrago foi bem menor do que o  incêndio anterior.

Em nota, a Ortobom informou que  o galpão atingido pelo incêndio era alugado pela empresa para estocar madeiras e que o incidente não vai interferir na produção para abastecimento ao estado da Bahia. "A empresa atenderá todos os clientes normalmente", garantiu.

Confira a nota da Ortobom na íntegra:

A Ortobom informa, através de sua assessoria de imprensa, que o incêndio ocorrido no bairro de Valéria na madrugada de sexta para sábado, ocorreu em um galpão alugado pela empresa para

estocar madeiras. O fogo foi controlado pelo corpo de bombeiros e não houve vítimas. Ainda não se sabe a causa do incêndio, a qual será esclarecida após perícia.

O incidente não vai interferir na produção para abastecimento ao estado da Bahia. A empresa atenderá todos os clientes normalmente.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/entenda-a-briga-entre-gigantes-que-tirou-o-homem-aranha-da-marvel-no-cinema/
Saiba como o Amigão da Vizinhança foi parar em outro estúdio
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/operacao-desarticula-esquema-que-sonegou-r-25-milhoes-no-setor-de-alimentos/
Foram cumpridos um mandado de prisão e nove de busca e apreensão em Salvador, Lauro e Itaparica
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/thati-lopes-e-a-protagonista-da-comedia-socorro-virei-uma-garota/
Atriz do Porta dos Fundos interpreta um menino em corpo de menina
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/sessao-e-interrompida-apos-rato-invadir-camara-de-vereadores-de-barreiras/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/veja-as-series-e-filmes-que-entram-na-netflix-em-setembro/
Nova de Grey's Anatomy, última de The Good Place, 'Cinquenta Tons Mais Escuros'... veja lista
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ministro-do-meio-ambiente-e-vaiado-durante-evento-da-onu-em-salvador-assista/
Ricardo Salles foi recebido por pessoas que protestavam contra as queimadas na Amazônia
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/trinta-anos-depois-de-partir-raul-seixas-tem-mensagens-atuais/
Morte do músico baiano completa 30 anos nesta quarta-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/margareth-menezes-e-luiz-caldas-cantam-para-irma-dulce-assista/
Ao todo, 50 artistas participam do projeto A Bahia Canta a Sua Santa
Ler Mais