Vazamento de adutora congestiona Avenidas Paralela e Dorival Caymmi

salvador
21.11.2017, 17:43:00
Atualizado: 21.11.2017, 19:50:47

Vazamento de adutora congestiona Avenidas Paralela e Dorival Caymmi

O problema foi provocado durante obras de paisagismo do metrô. Embasa afirma que danos foram contidos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um vazamento de água na avenida Paralela (sentido centro da cidade) interrompeu o trânsito hoje (21) por volta das 15h, e gerou um engarrafamento na altura do Parque Tecnológico seguindo até a saída de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. O motivo foi a danificação de uma linha de distribuição de água durante a implantação do paisagismo do metrô, no canteiro central da Paralela. Uma adutora foi atingida.

Segundo a CCR Metrô Bahia, concessionária que administra o sistema, nenhum dano foi causado ao metrô pelo vazamento. A empresa disse também que a pista foi liberada no final da tarde. "A Embasa foi acionada e efetuou o desligamento do registro da tubulação e está no local com uma equipe executando a manutenção da rede para normalizar a distribuição de água", confirma, em nota.

Segundo a Transalvador, por conta do vazamento, os motoristas foram direcionados para um desvio, ao lado da pista principal. Alguns condutores tentaram escapar do congestionamento pela avenida Dorival Caymmi, em Itapuã, o que deixou a Orla engarrafada. 

(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)
(Foto: Arisson Marinho/ CORREIO)

Em nota, a Embasa informou que técnicos estão trabalhando n local, mas que a previsão é de que o serviço seja concluído apenas no final da noite. Por conta do reparo, o fornecimento de água foi interrompudo entre São Cristóvão e Mussurunga. Confira a nota na íntegra:

Durante a execução de serviço de paisagismo do Metrô, hoje (21) à tarde, no canteiro central da Avenida Paralela, aconteceu o quebramento de um trecho da tubulação que abastece parte da Avenida (altura do Rei da Pamonha), Mussurunga e a entrada de São Cristóvão. O fornecimento de água nessas áreas está interrompido para o conserto da tubulação. A previsão de conclusão do serviço é até o final da noite de hoje, a partir de quando o abastecimento será retomado de forma gradativa até sua completa regularização em 24 horas.

* Participante da 12ª turma do CORREIO de Futuro. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas