Vendas do varejo caem 3% em janeiro na Bahia

bahia
12.03.2021, 15:16:00
Atualizado: 12.03.2021, 15:16:16

Vendas do varejo caem 3% em janeiro na Bahia

No acumulado dos 12 meses as perdas foram de 4,6%, terceiro pior resultado do país

As vendas do varejo caíram na Bahia em janeiro deste ano, tanto na comparação com o mês anterior, como com janeiro do ano passado. Segundo a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as vendas encolheram 2,2% em relação a dezembro e 3% se comparado com 2020, quando a pandemia ainda não havia balançado o mercado.

Entre março de 2020 e janeiro de 2021 a queda nas vendas foi de 1,8%, mas quando é feita a comparação entre janeiro desse ano e janeiro do ano passado os recuos são mais acentuados. Seis dos oito segmentos do varejo amargaram perdas significativas no primeiro mês deste ano. 

As vendas das empresas ligadas ao universo dos vestiários e calçados caíram 20,4%. Já o segmento de supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumos tiveram perdas de 6,5%. O resultado mais negativo, no entanto, foi o da venda de livros, jornais, revistas e papelaria 60,7%. Esse segmento vem amargando perdas desde julho de 2018.

Os dois únicos segmentos com altas nas vendas foram as farmácias (12,8%) e o de móveis e eletrodomésticos (7,5%).  Com o desempenho de janeiro, o varejo baiano se manteve em queda (-4,6%) no acumulado em 12 meses, o terceiro pior resultado do país.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas