Vendas do varejo na Bahia crescem 1,4% em junho

bahia
10.08.2018, 11:30:00

Vendas do varejo na Bahia crescem 1,4% em junho

No acumulado do ano, no entanto, o estado acumula -0,5% nas vendas do varejo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As vendas do varejo na Bahia cresceram 1,4% em junho em comparação com o mês de maio. Foi a quarta maior alta no país, estando abaixo apenas dos estados de Mato Grosso do Sul (2,8%), Maranhão (1,6%) e Paraíba (1,6%). Na comparação com o mesmo período do ano passado, o crescimento foi menor, de 1%, abaixo da média nacional de 1,5%. 

No acumulado do ano, no entanto, o estado acumula -0,5% nas vendas do varejo. Nesse indicador, o comércio varejista registra quedas desde janeiro de 2015. A média do acumulado do ano nacional é de crescimento de 2,9%.

Dos oito setores do varejo baiano, seis apresentaram crescimento no mês de junho. Os hipermercados e supermercados cresceram 1,9%. Os móveis e eletrodomésticos apresentaram crescimento de 13%; seguido dos artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos, com 18,1% de volume de vendas ampliado; os livros, jornais, revistas e papelaria em 2,4%; os equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação tiveram crescimento de 15,9% e os campeões foram artigos de uso pessoal e doméstico, com 18,8%. 

O setor de combustíveis e lubrificantes teve a maior queda, com -21,6%. O resultado foi negativo pelo décimo mês consecutivo. A área tem desempenho neste ano, com queda acumulada de 14,0% no primeiro semestre de 2018. A área de tecidos, vestuário e calçados teve 9,7% de recuo.  O setor registra seu terceiro recuo consecutivo e acumula retração de 5,0%.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas