Vereador de Irará é encontrado morto na porta de casa

minha bahia
11.07.2021, 11:54:00
Atualizado: 11.07.2021, 13:39:43

Vereador de Irará é encontrado morto na porta de casa

Prefeitura lamentou a morte de Beto Cicatriz

O vereador José Roberto Alves de Oliveira, o Beto Cicatriz (MDB), 48 anos, da cidade de Irará, foi encontrado morto neste domingo (11). Testemunhas afirmam que o político foi baleado na porta de casa. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

"É com imenso pesar que a Prefeitura Municipal comunica o falecimento de José Roberto Alves de Oliveira (Beto Cicatriz), vereador do município. Neste momento de dor, prestamos condolências a seus familiares", declarou a prefeitura de Irará, em nota nas redes sociais.

Ao CORREIO, a Polícia Militar informou que policiais da 97ª CIPM foram acionados, por volta das 8h deste domingo (11), para averiguar a informação de que havia um corpo do sexo masculino, sem vida no parque Célia Cerqueira, zona rural do município de Irará.

"No local, a guarnição constatou a veracidade do fato, isolou a área e acionou o Departamento de Polícia Técnica (DPT)", afirmou. Em nota, a Polícia Civil disse que está apurando o caso. Beto, que tomou posse em janeiro de 2021, era agricultor e solteiro. 

Em nota, Nássara Santana, presidente do Diretório Municipal do Movimento Democrático Brasileiro de Irará, lamentou o ocorrido. "Hoje acordamos com uma péssima notícia, perdemos de forma trágica o vereador e membro do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) José Roberto Alves da Silva, popular Beto Cicatriz", diz um trecho.

A nota destaca, ainda, que segundo informações do Blog do Tavares, o vereador foi surpreendido por gritos na frente da sua casa, por volta das 4h da manhã. "Ao sair para atender ele foi surpreendido com disparos. Infelizmente o vereador não resistiu aos ferimentos e foi a óbito. Lamentamos muito, pois perdemos um homem íntegro, que trabalhava em prol do seu povo, perdemos um pai, filho, marido e um amigo. Acreditamos que a justiça será feita, e esse crime bárbaro não passará impune", completou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas