Vitória apenas empata com o Jacuipense no Barradão: 1x1

e.c. vitória
31.01.2019, 22:34:00
Atualizado: 31.01.2019, 22:34:17
Vitória e Jacuipense só empatam no Barradão pelo Campeonato Baiano (MAURÍCIA DA MATTA / EC VITÓRIA)

Vitória apenas empata com o Jacuipense no Barradão: 1x1

Resultado mantém o rubro-negro na vice-liderança do Campeonato Baiano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os quase três mil torcedores que foram ao Barradão não viram um bom espetáculo. Faltou criatividade, inspiração e eficiência. O time reserva do Vitória apenas empatou em 1x1 com o Jacuipense, nessa quinta-feira (31), em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Baiano. 

Com o resultado, o rubro-negro se manteve na vice-liderança do estadual, com sete pontos, e o Jacuipense na vice-lanterna, com apenas um somado. O líder Bahia de Feira tem nove.  

A primeira oportunidade do jogo foi do Vitória. Erick cobrou falta, a defesa do Jacuipense se atrapalhou na área e Eron quase abriu o placar. O prata da casa de 20 anos não fez e, logo na sequência, viu um veterano que já passou pela Toca do Leão estufar a rede. 

O gol do Jacuipense foi construído após cinco minutos de bola rolando por dois jogadores revelados pelo Bahia. Paulinho cruzou na medida e Marcelo Nicácio cabeceou como manda a cartilha. Testou à queima roupa para baixo e mandou a redonda por baixo das pernas do goleiro Caíque. Foi o segundo gol do experiente centroavante de 36 anos no Campeonato Baiano.

O Jacuipense parecia não se intimidar com o mando de campo rival, seguiu comandando as ações e teve chance de ampliar com Mayron, que exigiu boa defesa do goleiro Caíque após mandar uma bomba de fora da área.   

O Vitória demorou a reagir, até que Eron fez boa jogada pela esquerda e tocou pra Nickson. O meia rubro-negro botou a bola na frente e foi parado com falta por Lídio. O lance foi fora da área, mas o árbitro Reinaldo Silva de Santana marcou pênalti. O próprio Nickson e deixou tudo igual no Barradão aos 36 minutos: 1x1. Foi o terceiro gol de Nickson na temporada, o primeiro no estadual. Antes, ele já havia assinado dois, também de pênalti, na Copa do Nordeste. 

No segundo tempo, a torcida rubro-negra precisou ter muita paciência. Faltava atitude ao Vitória dentro de casa. O técnico Marcelo Chamusca mandou Léo Ceará, Andrigo e Yago para o gramado. Os três titulares começaram no banco para serem poupados para o Ba-Vi, mas não conseguiram mudar o contexto do jogo. 

O Jacuipense ameaçou com Uelliton. Ele cobrou falta com efeito, mas mandou por cima do gol. Se as substituições do Vitória não fizeram tanta diferença, a entrada de Thiaguinho na equipe de Conceição de Jacuípe colocou emoção no jogo. Aos 34 minutos, ele invadiu a área, deixou a marcação para trás, chutou forte e exigiu bela defesa de Caíque. No finalzinho, Andrigo arriscou de fora da área, só que errou a pontaria.   

PRÓXIMO JOGO 
O Vitória só volta a entrar em campo pelo Campeonato Baiano na próxima quarta-feira (6), quando enfrenta o Jequié, às 19h30, no Barradão, em jogo válido pela quarta rodada. Antes, no domingo (3), disputa o primeiro Ba-Vi da temporada, às 17h, na Fonte Nova, pela fase de grupos da Copa do Nordeste.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas