Vitória enfrenta o Jacuipense e pode dormir na liderança do Baianão

e.c. vitória
29.01.2022, 05:00:00
Eduardo, em treino com Jadson: jogador fez o gol da primeira vitória rubro-negra na temporada (Pietro Carpi/EC Vitória)

Vitória enfrenta o Jacuipense e pode dormir na liderança do Baianão

Rubro-negro passa ao menos uma noite no topo da tabela se ganhar do Leão do Sisal, neste sábado (29), no Barradão

O primeiro bom resultado já veio. Agora, diante do Jacuipense, o Vitória tem a chance de assumir a liderança do Campeonato Baiano. E, para isso, jogará em sua própria casa - ainda que como visitante.

A partida, neste sábado (29), às 16h, será disputada no Barradão, só que terá o Leão do Sisal como anfitrião. Isso acontece porque a Arena Valfredão, em Riachão do Jacuípe, está em obras. Assim, o Jacuipense está disputando os duelos no estádio rubro-negro - e, como consequência, o Vitória jogará em seu próprio território, mas sem o mando de campo. 

Bem familiar com o palco da partida, o time treinado por Dado Cavalcanti mira o topo da tabela. Neste momento, está na 5ª colocação, com quatro pontos. Se ganhar, chega aos sete e já garante pelo menos uma noite na liderança. 

Há ainda a chance de terminar a rodada na ponta, mas o cenário não depende só do Vitória. Seria preciso bater o Jacuipense e torcer para que Bahia de Feira ganhe do Atlético de Alagoinhas no domingo, na Arena Cajueiro. Mas há outra importante questão: o Tremendão também iria a sete pontos e tem um saldo maior que o rubro-negro (2x1 até aqui). Também seria preciso reverter esse quesito.

Para que tudo isso aconteça, o Leão da Barra terá que frear o ótimo momento do Jacuipense. O adversário é o único 100% no Baianão, com seis pontos em dois jogos. No último domingo, aplicou uma goleada de 5x2 sobre a Juazeirense, no Adauto Moraes. Se sair com mais um resultado positivo, é ele quem assume a liderança.

Além do topo da tabela, o Vitória tem a chance de conseguir algo que não foi capaz no ano passado: ganhar duas seguidas no estadual. 

Na edição passada, a equipe só conquistou dois triunfos ao longo dos nove jogos disputados. E, na teoria, até foram em sequência, já que aconteceram entre a 2ª e a 3ª rodadas. Mas um deles, contra o Vitória da Conquista, aconteceu mais de dois meses depois do previsto, adiado por surto de covid-19 no Bode. Vale lembrar que o rubro-negro não avançou para a semifinal em 2021.

Dupla de volta
Dado Cavalcanti terá o retorno de dois jogadores diante do Jacuipense. Titular na primeira rodada, o lateral-direito Alemão se recuperou de dores musculares e está à disposição. A tendência, porém, é que comece no banco. O titular deve ser Iury, que deu assistência para Eduardo marcar o gol da vitória sobre o Barcelona de Ilhéus.

Quem também volta é David, aparecendo pela primeira vez entre os relacionados. Na primeira rodada, ele ficou de fora por covid-19. Em seguida, por imbróglio referente à negociação com o Metalist, da Ucrânia. Porém, será reserva na partida deste sábado.

“Ele vai fazer parte do banco de reservas. Além de ter perdido um tempo precioso na preparação com covid-19, inicialmente, depois de um imbróglio que todos sabem que aconteceu, David passou uns 3 ou 4 dias treinando separado, com profissional que foi contratado por ele. Perdeu um pouco de especificidade de treino de bola, treino do jogo, com seus companheiros”, adiantou Dado.

O provável Vitória tem: Lucas Arcanjo, Iury, Alisson Cassiano, Mateus Moraes e Salomão; João Pedro, Gabriel Santiago e Jadson; Luidy, Guilherme Queiroz e Eduardo.

Do lado do Jacuipense, haverá algumas caras conhecidas ao torcedor rubro-negro. A principal é o técnico Rodrigo Chagas, que teve passagem recente pela Toca, além de ser ex-lateral do clube. Outro é o atacante Ruan Levine, cria das divisões de base do Vitória.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas