Vitória, Figueirense ou Náutico: um deles provavelmente vai cair

e.c. vitória
19.01.2021, 05:00:00
Elenco do Vitória reunido no gramado do Barradão (Pietro Carpi/EC Vitória)

Vitória, Figueirense ou Náutico: um deles provavelmente vai cair

Entenda a briga contra o rebaixamento na reta final da Série B do Brasileiro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Faltam apenas três rodadas para acabar a Série B do Campeonato Brasileiro e a briga contra o rebaixamento está pegando fogo. Vitória, Náutico ou Figueirense. No próximo dia 30, muito provaelmente um desses times vai cair para a terceira divisão. 

O rubro-negro baiano levou 34 rodadas sem figurar no Z4, até que empatou por 0x0 com a Chapecoense, domingo, e caiu para 17º lugar. Com 39 pontos, a chance de rebaixamento para a Série C é de 54,8%, de acordo com o departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Até aqui, o Vitória venceu somente 8 jogos, empatou 15 e perdeu 12, com 41 gols marcados e 44 sofridos. O rendimento é de 37,1%. Figueirense e Náutico, 15º e 16º colocados, respectivamente, têm o mesmo aproveitamento e pontuação, mas levam a melhor no número de vitórias (nove cada) e, por isso, estão à frente na tabela.

Matematicamente, o Confiança, 13º colocado com 45 pontos, e o Cruzeiro, 14º com 44, ainda têm risco de descenso, porém irrelevante. Segundo os cálculos da UFMG: 0,009% e 0,056%, respectivamente. 

No outro extremo estão Botafogo-SP e Paraná, que ainda não estão rebaixados, mas as chances são grandes. O time paulista é o vice-lanterna, soma 34 pontos e tem 94,5% de probabilidade de cair. O Paraná está na 18ª posição, com 36 pontos e 82,3% de possibilidade. No entanto, a alto número de triunfos do time paranaense (nove) é uma vantagem caso ele consiga tirar a diferença de três pontos para os demais. Lanterna do torneio, o Oeste já tem a queda confirmada.

A briga do Vitória é realmente com Figueirense e Náutico. O risco de queda da equipe catarinense é de 40,9% e o da pernambucana de 27,4%. Pesa contra o rubro-negro o fato de estar em momento pior do que os dois rivais. O Leão é o único entre eles que não venceu nas últimas seis rodadas da Série B. 

A última vitória foi comemorada há mais de um mês, 1x0 contra o Juventude, no Barradão, dia 15 de dezembro. De lá pra cá, perdeu para Oeste, CSA e América-MG e empatou com Operário, Avaí e Chapecoense. Somou só três de 18 pontos possíveis.

Nesse mesmo período, o Figueirense ganhou duas vezes, contra Avaí e Brasil de Pelotas, empatou com Guarani e CSA e perdeu para Oeste e Chapecoense. Com isso, anotou oito pontos.

A reação do Náutico foi a mais produtiva. Venceu metade das últimas seis partidas, contra Sampaio Corrêa, Cuiabá e Paraná, empatou com o América-MG e foi derrotado por Confiança e Ponte Preta. Na soma, 10 pontos conquistados.

Vitória e Figueirense farão dois dos três jogos que restam fora de casa. O rubro-negro vai enfrentar o Guarani, amanhã, às 16h, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Em 10º lugar, com 48 pontos, a equipe paulista já não tem pretensões no campeonato, assim como o Brasil de Pelotas, adversário da última rodada, no estádio Bento Freitas. A equipe gaúcha ocupa o 11º lugar, com 47. O Leão tem ainda um confronto direto, no único jogo que fará no Barradão. Recebe o Botafogo-SP no dia 26.

O Figueirense também vai enfrentar um time que praticamente já está cumprindo tabela, o CRB, hoje, no estádio Rei Pelé, em Maceió. Depois, encara uma pedreira fora de casa, o Juventude, que, na 4º colocação, com 55 pontos, luta pra garantir o acesso. Por último, recebe a Ponte Preta, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Em 6º lugar e com 51 pontos, a Macaca tem chance remota de subir.

Teoricamente, a sequência mais tranquila é a do Náutico, que fará dois jogos em casa, no estádio dos Aflitos, no Recife. Amanhã recebe o já rebaixado Oeste e, na última rodada, pode enfrentar um adversário em condições de definir o destino também. O rival da partida derradeira será o CSA, que atualmente está na 5ª posição, com 53 pontos, a dois do G4. Antes, o Timbu visita o Cruzeiro, no Independência, em Belo Horizonte. O time mineiro está em 14º lugar, com 44 pontos e no dia do confronto pode já ter garantido a permanência na Série B.


VITÓRIA (17º)

Últimos seis jogos disputados:
Oeste 2x1 Vitória
CSA 3x0 Vitória
Vitória 1x1 Operário
América-MG 4x0 Vitória
Avaí 2x2 Vitória
Vitória 0x0 Chapecoense

As próximas três rodadas:
Guarani x Vitória - 20/1 - Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Vitória x Botafogo-SP - 26/1 - Barradão, em Salvador
Brasil de Pelotas x Vitória - 30/1 - Bento Freitas, em Pelotas (RS)


NÁUTICO (16º)

Últimos seis jogos disputados:
Náutico 1x0 Sampaio Corrêa
Náutico 2x0 Cuiabá
Confiança 2x0 Náutico
Náutico 2x1 Paraná
Náutico 0x0 América-MG
Ponte Preta 2x0 Náutico

As próximas três rodadas:
Náutico x Oeste - 20/1 - Aflitos, no Recife
Cruzeiro x Náutico - 24/1 - Independência, em Belo Horizonte
Náutico x CSA - 30/1 - Aflitos, no Recife


FIGUEIRENSE (15º)

Últimos seis jogos disputados:
Guarani 2x2 Figueirense
Figueirense 2x0 Avaí
Oeste 2x1 Figueirense
Figueirense 0x0 CSA
Chapecoense 2x1 Figueirense
Figueirense 3x0 Brasil de Pelotas

As próximas três rodadas:
CRB x Figueirense - 19/1 - Rei Pelé, em Maceió
Juventude x Figueirense - 22/1 - Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Figueirense x Ponte Preta - 30/1 - Orlando Scarpelli, em Florianópolis

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas