Vitória perde do CRB e depende de 'milagre' para escapar do rebaixamento

e.c. vitória
22.11.2021, 19:58:00
Gum e Roberto disputam a bola durante jogo entre CRB e Vitória, no estádio Rei Pelé, em Maceió (Francisco Cedrim / CRB)

Vitória perde do CRB e depende de 'milagre' para escapar do rebaixamento

Lucas Arcanjo falha em dois gols e rubro-negro é derrotado por 3x1

O Vitória dependia apenas de si mesmo para deixar a zona de rebaixamento e encaminhar a permanência na Série B do Brasileiro, mas não mostrou força o suficiente para se reabilitar no campeonato. Na noite desta segunda-feira (22), o rubro-negro perdeu para o CRB por 3x1, no estádio Rei Pelé, em Maceió, e agora depende de um "milagre" para não amargar a queda à terceira divisão do futebol nacional. 

Os gols da equipe alagoana foram marcados por Renan Bressan (duas vezes) e Pablo Dyego. Em noite apagada, o goleiro Lucas Arcanjo falhou em dois tentos. Fernando Neto assinou um golaço para o rubro-negro e garantiu o empate em 1x1 até o intervalo do jogo. Apesar de ter saído atrás no marcador, o Vitória foi melhor na etapa inicial. O placar foi consolidado pelos donos da casa no segundo tempo, quando o rubro-negro não mostrou poder de reação.

O resultado manteve o Vitória afundado no Z4. O time treinado por Wagner Lopes é o 18º colocado e tem 40 pontos, dois a menos que o Remo, primeira equipe fora do grupo de degola, em 16º lugar. Agora, o rubro-negro não depende apenas do próprio resultado. Para seguir na segunda divisão, será preciso vencer o Vila Nova na rodada derradeira da competição e torcer por tropeços do clube paraense e do Londrina, que ocupa a 17ª posição, com 41 pontos.

O Remo recebe o já rebaixado Confiança e com um empate o Vitória não alcança mais o rival por causa dos critérios de desempate (são 11 vitórias contra 8). Já o Londrina encara o Vasco. 

Em situação oposta, o CRB segue com chance de comemorar o acesso. Em 5º lugar, a equipe alagoana tem 60 pontos, um a menos que o Avaí, 4º colocado, e na última rodada da competição visita o Operário, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, no Paraná. 

O jogo

O Vitória foi surpreendido antes do primeiro minuto de bola rolando. Renan Bressan assinou o gol relâmpago aos 48 segundos. Ele cobrou falta, a redonda passou por todo mundo e beijou a rede. No lance, o goleiro Lucas Arcanjo titubeou e lamentou o vacilo: 1x0 para o CRB. 

Apesar do baque, o Vitória não se deixou abater. Primeiro, o chute de Fabinho parou na defesa de Diogo Silva. Na sequência, o goleiro alagoano mostrou bom reflexo ao salvar a cabeçada à queima-roupa de David.

Na terceira tentativa rubro-negra, não deu pra ele. Aos 15 minutos, Fernando Neto avançou e, de fora da área, mandou uma bomba cheia de categoria. Acertou o ângulo e empatou o jogo: 1x1. Poucos minutos antes do intervalo, David ainda teve a chance de virar. O atacante chutou forte e viu a bola passar perto da trave. 

Assim como no primeiro tempo, o CRB voltou a ser fulminante no começo do segundo. Aos três minutos, Celsinho cruzou e Renan Bressan, livre, bateu de chapa. O vacilo da defesa do Leão custou caro: 2x1 para os donos da casa. 

O Vitória tentou reagir com Fernando Neto. Assim como na etapa inicial, o meia rubro-negro quase marcou um golaço, mas dessa vez errou o alvo. O rubro-negro não foi eficiente para empatar o jogo e, aos 29 minutos, ainda viu o CRB marcar o terceiro. 

Diego Torres cobrou falta, Lucas Arcanjo saltou e e conseguiu fazer a defesa, mas deu rebote e Pablo Dyego determinou o placar final: 3x1. Nos acréscimos, o Leão ainda ficou com um jogador a menos, porque o volante João Pedro foi expulso de campo. 

Despedida

O Vitória encerra suas apresentações em 2021 diante do Vila Nova. O rubro-negro recebe a equipe goiana no domingo (28), às 16h, no Barradão, para a disputa da última rodada da Série B do Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

CRB 3x1 Vitória - 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

CRB: Diogo Silva, Celsinho, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Claudinei, Jean Patrick, Emerson Negueba (Reginaldo), Diego Torres (Jajá) e Renan Bressan (Wesley); Nicolas Careca (Pablo Dyego). Técnico: Allan Aal.

Vitória: Lucas Arcanjo, Raul Prata, Wallace, Thalisson Kelven e Roberto; João Pedro, Eduardo (Hitalo) e Fernando Neto (Eron); Fabinho (Alisson Santos), David (Bruno Oliveira) e Marcinho (Cedric). Técnico: Wagner Lopes.

Estádio: Rei Pelé
Gols: Renan Bressan, aos 48 segundos, e Fernando Neto, aos 15 minutos, do 1º tempo; Renan Bressan, aos 3 minutos, e Pablo Dyego, aos 29, do 2º tempo.
Cartão amarelo: Nicolas Careca e Gum; Eduardo e Marcinho 
Cartão vermelho: João Pedro
Público e Renda:  Não divulgados
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas