Vitória usa seis trios de ataque diferentes em 10 jogos no ano

e.c. vitória
24.04.2020, 05:00:00
Léo Ceará, Vico e Alisson Farias começaram em campo juntos três vezes nesta temporada (Pietro Carpi / ECVitória)

Vitória usa seis trios de ataque diferentes em 10 jogos no ano

Saiba qual foi o mais utilizado por Geninho e quem são os goleadores do Leão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A rotatividade no ataque do Vitória foi alta no começo desta temporada. As escalações dos 10 primeiros jogos do ano apontam que Geninho tem um trio preferido para o setor, mas suspensões, contusões e problemas contratuais fizeram com que o treinador não pudesse mandá-lo a campo sempre e realizasse alguns testes com outras formações ofensivas.

Sete atacantes vestiram a camisa rubro-negra no primeiro trimestre, antes da paralisação dos campeonatos por causa da pandemia de coronavírus. Léo Ceará, Vico, Alisson Farias, Júnior Viçosa, Rodrigo Carioca e Felipe Garcia tiveram a oportunidade de começar em campo ao menos uma vez. Ruan Levine ganhou chance já com a bola rolando. 

Empatados com três gols marcados cada, Léo Ceará, Vico e Alisson Farias são os artilheiros do time comandado por Geninho. Juntos ou separados, eles começaram em campo sempre que estiveram à disposição. Os dois primeiros foram titulares em oito dos 10 jogos disputados pelo Vitória. Já Alisson, em sete.

A primeira vez que Geninho teve a oportunidade de escalar os três juntos foi na sexta partida da temporada, quando o Leão venceu o CRB por 2x1, no Barradão, com gols de Léo Ceará e Alisson Farias, além de uma assistência de Vico.

O técnico só teve os três à disposição em outros dois jogos, ambos pela Copa do Brasil, no triunfo por 3x1 contra o Lagarto, e na derrota por 1x0 para o Ceará. Sob forte chuva, o duelo contra a equipe cearense foi atípico. O gramado do estádio Castelão estava tão encharcado que em muitos momentos a bola não conseguia rolar, o que prejudicou o futebol veloz de Vico e Alisson Farias, substituídos no decorrer da partida. 

Vico ficou fora de dois jogos da Copa do Nordeste por suspensão. Ele não pôde atuar na estreia da temporada, contra o Fortaleza, porque ainda tinha punição pendente da Série B de 2019, quando defendeu a Ponte Preta. O atacante também não enfrentou o River-PI, por ter sido expulso contra o ABC, na rodada anterior. 

Léo Ceará ficou fora de dois jogos do Nordestão por motivos diferentes. Suspenso, não atuou contra o ABC. Antes, ele foi impedido pela diretoria do Vitória de jogar contra o Sport, na segunda rodada do regional, por não ter chegado a acordo para renovação de contratado, que vence em dezembro. A direção recuou, mas a pendência ainda não foi resolvida. Machucado, Alisson desfalcou o Leão contra Bahia, Imperatriz e Freipaulistano. Por isso, tem um jogo a menos que os dois companheiros. 

Outras formações 

Diante dessas situações, Geninho lançou mão de outras cinco composições para o trio de ataque. Júnior Viçosa foi quem teve mais oportunidade. O centroavante foi titular nas cinco primeiras partidas do Vitória e só perdeu a posição justamente quando o técnico teve a primeira oportunidade de escalar Alisson Farias, Vico e Léo Ceará juntos.

Viçosa jogou ao lado de Léo Ceará e Alisson Farias na estreia contra o Fortaleza. Diante de Sport e ABC, ouviu o apito inicial na companhia de Vico e Alisson Farias. Contra Bahia e Imperatriz, formou trio junto com Vico e Léo Ceará. Enfrentou o Freipaulistano em parceria com Léo Ceará e Rodrigo Carioca, que teve essa como única oportunidade de começar em campo.

O sexto trio de ataque escalado por Geninho teve Alisson Farias, Léo Ceará e Felipe Garcia, que se recuperou de lesão sofrida durante a pré-temporada e substituiu Vico. Eles começaram em campo na última partida do Vitória antes da paralisação dos campeonatos. A despedida teve goleada por 4x1 em cima do River, no Barradão. Único entre os sete atacantes utilizados que não foi titular, Ruan Levine foi aproveitado durante as partidas contra Fortaleza, Sport e Bahia.

Confira os trios de ataque do Vitória que começaram em campo nos 10 jogos de 2020:

Vitória 0x0 Fortaleza - Alisson Farias, Júnior Viçosa e Léo Ceará

Sport 1x1 Vitória - Vico, Alisson Farias e Júnior Viçosa

Bahia 0x2 Vitória - Vico, Júnior Viçosa e Léo Ceará

Imperatriz 0x0 Vitória - Vico, Júnior Viçosa e Léo Ceará

Vitória 0x0 Freipaulistano - Rodrigo Carioca, Júnior Viçosa e Léo Ceará

Vitória 2x1 CRB - Vico, Alisson Farias e Léo Ceará

Vitória 3x1 Lagarto - Vico, Alisson Farias e Léo Ceará

ABC 1x1 Vitória - Vico, Alisson Farias e Júnior Viçosa

Ceará 1x0 Vitória - Vico, Alisson Farias e Léo Ceará

Vitória 4x1 River-PI - Felipe Garcia, Alisson Farias e Léo Ceará


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas