Volkswagen apela à estética com o Nivus, seu novo SUV

autos & etc
30.05.2020, 05:00:00

Volkswagen apela à estética com o Nivus, seu novo SUV


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Nesta semana, virtualmente, a Volkswagen (VW) fez a apresentação de um novo SUV compacto, o Nivus. A partir da fábrica de onde será produzido, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, o veículo foi mostrado pela primeira vez em uma transmissão pelo YouTube. Ainda sem revelar os preços, que devem ficar entre R$ 85 mil e R$ 105 mil, Pablo di Si, presidente e CEO da VW América Latina, confirmou que a produção terá início no Brasil em duas semanas. Dessa forma, é possível projetar que o Nivus chegue às concessionárias entre a última semana de julho e a primeira de agosto.

Apesar de ser mais um modelo na categoria dos utilitários esportivos compactos, na qual a VW já atua com o T-Cross desde o ano passado, o diferencial do Nivus é o desenho, que segue um estilo coupé, como o adotado em modelos como Audi Q8 e BMW X6.

“É a democratização do segmento”, comentou José Carlos Pavone, chefe de design da VW para a América Latina.

A marca alemã também quer chamar a atenção pela tecnologia e instalou uma inédita central multimídia e irá oferecer, certamente como opcional, um piloto automático adaptativo. O veículo terá 4,26 metros de comprimento e 2,56 m de distância entre-eixos, ou seja, será maior que o T-Cross, mas terá a mesma medida entre os eixos que o Polo.

No Brasil, só será oferecido com transmissão manual de seis velocidades e motor 1 litro turbo, que rende até 128 cv de potência. Daqui, será exportado para a Argentina, onde vai chegar no final do segundo semestre. Haverá também produção na Europa.
 

Com estilo SUV coupé, o Nivus começará a ser produzido em duas semanas
Com estilo SUV coupé, o Nivus começará a ser produzido em duas semanas (VW / Divulgação)
O volante é o mesmo do elétrico ID.3 e da nova geração do Golf
O volante é o mesmo do elétrico ID.3 e da nova geração do Golf (VW / Divulgação)
O porta-malas é maior que o do T-Cross e acomoda até 415 litros
O porta-malas é maior que o do T-Cross e acomoda até 415 litros (VW / Divulgação)
 
 
TECNOLOGIA E BAIXÍSSIMO CONSUMO
A BMW já oferece no mercado nacional a versão híbrida plug in (que pode ser carregado na tomada) do Série 3, seu modelo mais vendido na história. Produzido na cidade base da empresa, em Munique, na Alemanha, o 330e M Sport desenvolve potência combinada de 292 cv, o que garante a aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 5,9 segundos. Isso ocorre graças à combinação do propulsor 2 litros turbo a combustão, com 184 cv de potência, com o propulsor elétrico e uma bateria de íon-lítio de alta voltagem de 12 kWh, que entregam potência equivalente a 113 cv.

Na Europa, a aferição indica que o consumo fica entre 53,6 e 62,5 km/l! Se por aqui fizer metade disso já é bastante coisa. Custa R$ 297.950 e, além da economia, oferece os mais avançados sistemas de condução semiautônoma. Como cortesia, o cliente recebe uma estação de recarga rápida para instalar na garagem. 

A BMW já oferece no Brasil a versão híbrida plug-in do Série 3
(Foto: BMW / Divulgação)

ATENDIMENTO ESPECIAL
Até o final de julho, os clientes da Audi com mais de 60 anos terão facilidades para fazer a manutenção. A iniciativa contempla 15% de desconto nas revisões programadas, verificação de uma série de itens do carro e serviço de leva e traz gratuito sobre caminhão plataforma – este último limitado a um raio de distância de 20 quilômetros entre a localização do veículo e a concessionária. A ideia é diminuir os riscos de contágio e disseminação do Covid-19.

Clientes com mais de 60 anos terão facilidades para fazer a manutenção na Audi
(Foto: Audi / Divulgação)

JÁ VAI MUDAR
 Lançado este ano no mercado brasileiro, importado do México, o Kia Rio chegará atualizado às concessionárias da Europa no terceiro trimestre. Entre as mudanças, destacam-se retoques discretos, tanto por fora quanto por dentro. O sistema multimídia também foi atualizado e poderá fazer o espelhamento dos smartphones sem fio. Embaixo do capô, a principal alteração fica por conta do sistema híbrido leve, que usa motor elétrico ligado ao virabrequim para dar um impulso para vencer a inércia. Esse artifício ajuda na economia de combustível e, consequentemente, na emissão de poluentes. É um sistema similar ao EQ Boost, da Mercedes-Benz.

Lançado este ano no mercado nacional, o Kia Rio foi atualizado na Europa
(Foto: Kia / Divulgação)

AMPLIAÇÃO PESADA 
Graças às negociações com grupos de empresários e ex-distribuidores dos caminhões Ford, a Foton comemora o crescimento de sua rede de concessionárias que atingiu 45 revendas, das quais 29 são novas. “Os veículos Foton possuem motores Cummins, usuais nos veículos da Ford, além de transmissões ZF, de conhecimento e uso abrangente no mercado nacional”, explica Eustáquio Sirolli, diretor de desenvolvimento de produtos da Foton do Brasil. De acordo com a Foton, que atua no Brasil desde 2010, a meta é encerrar este ano com um total de 60 concessionárias no país. Na Bahia, há um representante da marca chinesa.

FOCO NA ECONOMIA
A Renault apresentou um plano de transformação, cujo objetivo é realizar uma economia de mais de 2 bilhões de euros em três anos. Serão simplificados processos, a diversidade de componentes será reduzida e os procedimentos industriais ajustados. É esperada uma maior sinergia com a Nissan.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas