Wallace destaca evolução do Vitória diante da Chapecoense e lamenta Z4

e.c. vitória
17.01.2021, 18:05:21
Atualizado: 17.01.2021, 19:58:37
Wallace reconhece que momento do clube na Série B é delicado (Pietro Carpi / EC Vitória)

Wallace destaca evolução do Vitória diante da Chapecoense e lamenta Z4

Rodrigo Chagas pode ficar sem Léo Ceará, Thiago Lopes e Matheus Frizzo para enfrentar o Guarani

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Capitão rubro-negro e formado no clube, o baiano Wallace sente como ninguém no elenco o momento negativo vivido pelo Vitória na Série B. Neste domingo (17), o Leão empatou em 0x0 com a Chapecoense no Barradão e terminou a 35ª rodada no Z4.

Na saída de campo, o zagueiro de 33 anos destacou que a equipe melhorou seu rendimento e conseguiu fazer um jogo equilibrado com a Chape, que é vice-líder do campeonato e briga pelo título.

"Hoje fizemos uma boa partida, mas infelizmente não fomos efeveitos no último terço (ataque). Destacar que o desempenho da equipe foi bem melhor do que nos últimos jogos. Mas a gente tem que melhorar muito ainda. Apesar da margem de tempo curta, precisamos aproveitar ao máximo esses dias de treino e ir com tudo para cima do Guarani", disse.

Na quarta-feira (20), o rubro-negro visita o Guarani em Campinas às 16h. O jogo seguinte é apenas na terça-feira (26), às 21h30, contra o Botafogo-SP, na última partida em casa do Vitória na Série B. A jornada termina no sábado (30) contra o Brasil em Pelotas.

Essa é a primeira vez que o rubro-negro termina a rodada na zona de rebaixamento para a Série C. O time baiano é o 17º colocado com 39 pontos, mesma pontuação de Náutico (16º) e Figueirense (15º), que têm uma vitória a mais como critério de desempate.

"Mais do que nunca, o momento é delicado e todo mundo está ciente disso. Soube que o Náutico perdeu (para a Ponte Preta, por 3x0, neste domingo), então tá todo mundo igual na tabela. Vai ser uma reta final realmente decidida no detalhe", completou Wallace.

Desfalques

Para piorar, o técnico Rodrigo Chagas pode perder atletas importantes para as três últimas partidas. O centroavante Léo Ceará, o meia Thiago Lopes e o volante Matheus Frizzo sentiram dores contra a Chapecoense e serão avaliados pelo departamento médico.

Léo Ceará levou uma joelhada nas costas numa dividida. Chegou a tomar uma injeção nos vestiários e é dúvida. Thiago Lopes sentiu dores na região posterior da coxa direita e deve passar por exames de imagem. Já Frizzo sentiu dores no joelho e está em observação.

Lembrando que o rubro-negro já não tem contado com o goleiro Ronaldo e o volante Guilherme Rend, dois atletas de destaque na Série B, mas que estão lesionados. Para completar, Vico teve sintomas gripais minutos antes do duelo com a Chapecoense e é dúvida.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas