Homem baleado na frente do Ilê Aiyê está envolvido na morte do irmão do suspeito, diz polícia

Outras duas pessoas ficaram feridas durante tiroteio, entre elas um turista carioca

Publicado em 2 de fevereiro de 2016 às 10:37

- Atualizado há 10 meses

O alvo do tiroteio que baleou o turista carioca Diogo dos Santos Caetano, 27 anos, na madrugada de domingo (31), na frente do Bloco Ilê Aiyê, no Curuzu, era mesmo Nadson Barreto dos Santos, 33, que também ficou ferido. David Ferreira Rocha, 28, também foi vítima de uma bala perdida.Segundo informações do delegado Luíz Henrique Costa Ferreira, da 2ª Delegacia (Liberdade), o autor dos disparos, que não teve a identidade revelada, acredita que Nadson estaria envolvido com a morte do irmão dele. Internado na enfermaria do Hospital Ernesto Simões Filho, Nadson ainda não prestou depoimento. O crime está sendo investigado pela 2ª Delegacia.FeridosO turista carioca Diogo dos Santos Caetano, 27 anos, tinha acabado de sair da sede do bloco quando foi atingido por uma bala perdida na coxa direita. Ele foi levado para o Hospital Geral do Estado (HGE), mas já recebeu alta.A terceira vítima, David Ferreira Rocha, 28, foi atingido pelos disparos na região escrotal e na mão direita. Ele foi socorrido para o HGE e está lúcido, orientado e passando por exames, segundo informou a assessoria da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).