Instrutor de rappel é executado com tiro na cabeça no Santo Inácio 

Mulher sofria tentativa de assalto, quando Danilo, que mora no local, se aproximou e foi atingido

Publicado em 20 de setembro de 2017 às 10:24

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: .

O instrutor de rappel Danilo Santos Campos, 35 anos, foi assassinado com um tiro na cabeça na Alameda 62 no bairro de Santo Inácio, em Salvador. De acordo com informações preliminares da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), Danilo teria sido atigido quando se aproximou de uma mulher que sofria uma tentativa de assalto na rua onde ele morava. Danilo usava roupas camufladas para trabalhar como instrutor de rappel Foto: Acervo Pessoal Ao se aproximar da situação, segundo testemunhas, Danilo foi atingido por um disparo de arma de fogo na cabeça. "A suspeita inicial dá conta de que o autor integre uma quadrilha de tráfico de drogas do bairro do Calabetão, onde as buscas são realizadas pela Polícia Militar", disse a SSP, em nota.

Unidades da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sussuarana) e das Rondas Especiais (Rondesp)  estão fazendo buscas na tentativa de localizar o autor do disparo. 

Testemunhas relataram que Danilo estava saindo para o trabalho quando foi atingido. "Ele costumava usar roupas de rappel e camufladas. O bandido pode ter achado que ele era policial", disse um amigo da vítima ao CORREIO. O caso é investigado pela 11ª Delegacia (Tancredo Neves). A titular da unidade, delegada Lúcia Jansen, vai ouvir testemunhas ainda hoje, dentre elas familiares da vítima e a mulher que sofreu a tentativa de assalto. 

Se o crime se configurar como homicídio, o caso será direcionado ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).