salvador

Mutirão realiza exames gratuitos de próstata em Salvador

Evento acontecerá dia 10 de novembro, das 7h às 13h

  • D
  • Da Redação

Publicado em 30 de outubro de 2018 às 12:30

 - Atualizado há um ano

. Crédito: Foto: Arquivo CORREIO

Quem estava esperando para fazer o exame de próstata tem um motivo a mais para buscar logo o atendimento médico: a Sociedade Brasileira de Urologia na Bahia (SBU-BA) vai realizar um mutirão no próximo dia 10, das 7h às 13h, no Ambulatório Médico-odontológico Eurípedes Barsanulfo (AMES). Serão distribuídas 240 fichas para atendimento gratuito.

O mutirão acontecerá na sede da Fundação Lar Harmonia, em Piatã, na Rua Deputado Paulo Jackson, 560. As orientações para os interessados, que devem apresentar o cartão do SUS e RG no local, incluem jejum de duas horas e abstinência sexual de dois dias.

Os casos suspeitos serão encaminhados ao Centro Estadual de Oncologia (Cican) para biópsia e os confirmados de câncer localizado de próstata terão atendimento no Hospital das Clínicas (Ufba), no Canela, para tratamento. A ação faz parte da campanha Novembro Azul 2018 que tem por objetivo alertar os homens sobre os cuidados para o diagnóstico precoco do câncer de próstata.

Além do Mutirão da Próstata no bairro de Piatã e de atividades de conscientização no Shopping Barra, estão previstas para o próximo mês a exibição de faixas nos estádios nos intervalos dos jogos de Bahia e Vitória. Também será feita a distribuição de materiais como folders, camisas e garrafas temáticos e o apoio à realização de palestras e ações desenvolvidas por clínicas de urologia da capital baiana.

Segundo a SBU-BA, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens em todas as regiões do Brasil, ficando atrás apenas dos tumores de pele. A Sociedade informou que a cada sete minutos um homem é diagnosticado com câncer de próstata e a cada 40 minutos uma pessoa morre pela doença.

Além disso, cerca de 25% dos portadores da doença morrem em virtude dela e 20% dos pacientes são diagnosticados em estágios avançados do tumor. As chances de cura são de 90% para os casos em que a doença é diagnosticada precocemente, mas quando os sintomas começam a aparecer, 95% os casos já estão em fase adiantada. O tratamento da doença pode exigir medicação ou cirurgia, dependendo do tipo de câncer.