Restaurante e Érico Brás lamentam assassinato de segurança: 'Não caiu a ficha'

Ele foi baleado perto do quartel da Mouraria e não resistiu

  • D
  • Da Redação

Publicado em 13 de abril de 2023 às 18:12

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Reprodução

O homem morto na quarta-feira (12) na Ladeira da Palma, em Nazaré, próximo ao quartel da Mouraria, era um segurança que trabalhava no restaurante Ó Pai Ó, no Pelourinho, que é do ator Érico Brás. Alex José da Silva, de 45 anos, foi baleado na manhã de ontem e não resistiu aos ferimentos.

Em nota nas redes sociais, o estabelecimento e o ator lamentaram a morte de Alex e lembrou que ele trabalhava lá desde o início. "Alex era o segurança do nosso Restaurante desde a fundação,sempre dedicado a sua função cumpriu com maestria", diz o texto. 

"Ainda não caiu a ficha para nós. Estamos chocados com a violência que assola Salvador e de modo especial o Centro Histórico - Pelourinho", acrescenta. "Cabe à polícia apurar e nos dar uma resposta". A equipe se solidarizou com os familiares de Alex e pediu para que ele seja lembrado pela alegria. 

Uma equipe da Polícia Militar foi encaminhada ao local depois de receber informação de que havia um homem morto na ladeira e já encontrou de fato a vítima sem vida. A área foi isolada.

Segundo a Polícia Civil, o caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Não foi divulgado quantos tiros a vítima levou nem qual foi a arma utilizada no crime, informações que só devem constar no laudo pericial. .