Adolescente morre após ser baleada por policial em São Gonçalo dos Campos

O agente deu uma coronhada na cabeça de um rapaz, mas a arma disparou e atingiu a jovem

Publicado em 11 de janeiro de 2009 às 13:37

- Atualizado há 9 meses

Morreu na manhã deste domingo (11) a jovem Daniele Gonçalves da Silva, 16 anos, que foi atingida por um disparo efetuado por um policial  na cidade de São Gonçalo dos Campos, a 108 quilômetros de Salvador.Uma seresta em um bar de São Gonçalo dos Campos acabou em tragédia, na noite de sábado, após a arma de um policial disparar e uma bala matar a adolescente de 16 anos. A garota estava sentada em uma mesa com a família, quando um policial civil desceu de uma viatura da PM para separar dois homens que estavam brigando na festa. Segundo testemunhas, ele teria descendo agredindo todos, de arma em punho. O policial foi identificado como agente Novaes e é lotado na 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Feira de Santana).

Segundo testemunhas, a escopeta do agente disparou e atingiu Daniele quando ele deu uma coronhada na cabeça de um dos rapazes que participavam da briga. A garota não tinha nada a ver com o que ocorrido.

Em depoimento à 1ªDP de Feira de Santana, o agente disse que sua arma disparou depois de tentarem furtar durante a confusão. Ele negou que deu uma coronhada em qualquer pessoa e disse que tentava apenas conter a briga. “Vamos ter que apurar para saber qual é a verdade, porque temos duas versões, a das testemunhas e a do policial”, disse o diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Bernardino Brito Filho.

No momento da confusão, Daniele foi socorrida ao Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana, e de lá transferida para o Hospital Geral do Estado, onde faleceu no fim da madrugada deste domingo. A família vai dar queixa na Corregedoria da Polícia Civil, em Salvador.

(Notícia atualizada às 22h)