Horas após acidente, corpo e carreta atrapalham trânsito na BR-116

Segundo PRF, polícia civil de Serrinha deveria fazer a perícia

Publicado em 11 de janeiro de 2009 às 22:35

- Atualizado há 9 meses

Mais de sete horas após um acidente entre duas carretas na região de Santa Bárbara neste domingo (11), o corpo da vítima e um dos veículos continuam no local, atrapalhando o trânsito - engarrafamentos de cerca de 5km são registrados nos dois sentidos.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, os dois veículos se chocaram de frente e o motorista de um deles morreu na hora. O acidente aconteceu no km 381 da BR 116. Desde então, o corpo - não identificado - aguarda a chegada do Departamento de Polícia Técnica e da perícia, para realizamento do levantamento cadavérico.

A responsabilidade pela perícia é da Polícia Civil de Serrinha. Segundo a PRF, o coordenador da polícia, identificado como Dr. Piton, já foi avisado. Apesar disso, até as 19h ninguém havia aparecido para realizar a perícia. A PRF alega que não pode mexer no local até que os peritos cheguem. Enquanto isso, uma carreta ainda está atravessada na pista e o cal de uma das cargas não foi totalmente removido.

Outras duas delegacias próximas, a Polícia Civil de Alagoinhas e a de Feira de Santana, alegam que não têm viatura de plantão e pessoal necessário para realizar a perícia - e acrescentam que a obrigação é de Serrinha.

Ainda não maiores informações sobre outras vítimas e as circunstâncias do acidente.

Veja também: