Sambista Edith do Prato é enterrada em Santo Amaro

Dona Edith, que tinha 94 anos, morreu durante esta madrugada

Publicado em 9 de janeiro de 2009 às 21:16

- Atualizado há 9 meses

O corpo da sambista Edith Oliveira Nogueira, a Edith do Prato, foi enterrada na tarde desta sexta-feira (9), em Santo Amaro da Purificação, no Recôncavo. O cantor Caetano Veloso compareu ao velório.

Edith estava internada há 22 dias na capital baiana

Dona Edith, que tinha 94 anos, teve um derrame cerebral em dezembro e desde então estava internada no Hospital Português, em Salvador.

Natural de Santo Amaro, dona Edith ganhou o 'sobrenome do Prato' por utilizar a faca e do prato para tocar os sambas. Ela fez participação no disco 'Araçá Azul', do conterrâneo Caetano, gravado em 1973, no qual ela interpreta o samba 'Viola meu bem'.

Caetano prestou últimas homenagens à sambista

Veja também: