Adolescente suspeita de matar menino de 5 anos alega que foi chamada de 'sapatão' pela vítima

Corpo de Lorenzo Nunes foi localizado na madrugada desta segunda-feira (12), em Lácio, distrito de Marília (SP), com sinais de violência

Publicado em 12 de fevereiro de 2024 às 17:38

Câmera registrou adolescente suspeita de matar menino de cinco anos andando na rua ao lado da vítima
Câmera registrou adolescente suspeita de matar menino de cinco anos andando na rua ao lado da vítima Crédito: Reprodução/Câmera de segurança

A adolescente de 14 anos apreendida por suspeita de envolvimento na morte de um menino de cinco anos em Marília (SP) confessou o crime à polícia e alegou que o cometeu após ser chamada de "sapatão" pela vítima. A menina foi encaminhada à Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa). As informações são do g1.

Uma câmera de segurança registrou os últimos momentos de Lorenzo Nunes, de cinco anos, com vida. As imagens mostram o menino junto da adolescente em uma rua de Lácio, distrito de Marília, que dá acesso à zona rural da cidade.

Conforme apurado pela TV TEM, antes mesmo de ser presa, a suspeita confessou também a outros adolescentes que matou o garoto a pedradas e que deixou seu corpo em um pasto, na zona rural do município, próximo a uma estrada de terra.

Na tarde de domingo (11), a família do garoto havia registrado um boletim de ocorrência por desaparecimento após ele ter saído para brincar pelas ruas do distrito, conhecido pela tranquilidade, e não ter retornado mais para casa.

O corpo da criança foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) e, em seguida, liberado. Ele foi velado no Velório Municipal de Marília. O sepultamento está marcado para às 16h30 desta segunda-feira (12).

A adolescente de 14 anos foi encaminhada à Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa). A Polícia Civil investiga o envolvimento de outro adolescente no crime.

A Prefeitura de Marília emitiu uma nota de pesar pela morte de Lorenzo, que era aluno da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) "Amor Perfeito", localizada no distrito de Lácio, e prestou condolências à família.

"À família enlutada, a Prefeitura de Marília, por intermédio do prefeito Daniel Alonso e vice-prefeito Cícero Carlos da Silva , envia as condolências. Que Deus possa confortar a todos neste momento de profunda dor e tristeza", publicou.