Brasileiro é agredido e morto após briga em praia de Portugal

A mãe do brasileiro aguarda a conclusão dos trâmites de emissão do passaporte para viajar e acompanhar o sepultamento do filho

Publicado em 5 de março de 2024 às 22:58

Bruno Ribeiro foi agredido durante uma discussão em Portugal e morreu Crédito: Reprodução/Redes Sociais

Um brasileiro foi morto no domingo, 3, após um desentendimento com o funcionário de um restaurante na praia de Carcavelos, em Portugal. Bruno Ribeiro, de 22 anos, nascido em Goiânia, morava no país há cinco anos. O caso é investigado pela Polícia de Segurança Pública de Portugal.

A mãe do brasileiro, Elizete Ribeiro, aguarda a conclusão dos trâmites de emissão do passaporte para viajar e acompanhar o sepultamento do filho. Segundo o advogado que acompanha a família no caso, Frederico Marinho, uma sobrinha da mulher irá acompanhá-la devido à fragilidade emocional do momento. Desde a mudança de Bruno para Portugal, Elizete não viu mais o filho pessoalmente.

Ao solicitar o passaporte, Elizete optou pela opção de "urgência", que não seria a mais indicada pela Polícia Federal em casos como esse. Em nota, a PF afirmou que atendeu prontamente a solicitação da mulher, mas a opção escolhida por ela exigiu um prazo maior para a emissão dos documentos. "Estão devidamente confeccionados pela Casa da Moeda e encaminhados ao PEP de Goiânia, estando dentro do prazo legal de entrega (5 dias úteis), com previsão de chegada ainda no dia de hoje, às 22h em Goiânia", diz o comunicado.

Segundo o advogado, a tendência é de que, com a chegada dos passaportes, a viagem aconteça na quarta-feira, 6. "Também dependemos da ajuda do governo brasileiro para que elas possam entrar com esses passaportes em Portugal", disse. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores afirmou que está à disposição para prestar assistência consular aos familiares de Bruno.