Conselho do Bahia cogita expulsão de MGF e Ruy Accioly

Linha Fina Lorem ipsum dolor sit amet consectetur adipisicing elit. Dolorum ipsa voluptatum enim voluptatem dignissimos.

Publicado em 4 de setembro de 2017 às 10:17

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: .

O Conselho Deliberativo do Bahia se organiza para votar nas próximas semanas a exclusão de Marcelo Guimarães Filho e Ruy Accioly do quadro de sócios. Eles presidiam, respectivamente, o tricolor e o Conselho Deliberativo no momento da intervenção judicial, em 2013. MGF é julgado por gestão temerária, tendo como base auditoria realizada no Bahia. Contra Accioly, consta denúncia de ter acumulado funções no Conselho e como superintendente de futebol, o que é proibido pelo estatuto. Ele, inclusive, processou o clube na Justiça do Trabalho cobrando direitos do período como diretor - e perdeu.

Votação até dezembro

A ideia é votar a expulsão antes das eleições, marcadas para dezembro. Os processos já passaram pela comissão de ética do Conselho e receberam pareceres favoráveis à expulsão. Tanto MGF como Accioly recorreram à Justiça depois disso, atrasando que o processo seja votado na plenária do Conselho.

Virgílio fora da eleição

Cogitado pela terceira vez como candidato à presidência do Bahia, Virgílio Elísio está fora das eleições de dezembro. O ex-presidente da FBF e ex-diretor da CBF estudava alinhar chapa com outro opositor, Antônio Tillemont, mas foi convencido por aliados a desistir do pleito. A inscrição das chapas está prevista para outubro.

Ávine dentro

Sem jogar desde maio, quando não teve o contrato com a Juazeirense renovado após o Campeonato Baiano, Ávine tem se dedicado a divulgar o grupo de sócios “Mais Um, Baêa”, que pretende concorrer nas eleições. O ex-lateral tricolor tem circulado pela Fonte Nova com a camisa do movimento e participou na última semana de reunião com o grupo.

Uniforme 3 do Bahia está pronto

Em 2016, o uniforme 3 do Bahia só foi divulgado no dia do acesso do clube à Série A, em novembro. Este ano, os torcedores não precisarão esperar tanto para ver o manto sendo usado em campo. O padrão já está pronto e ainda não tem data definida para estrear, mas a previsão é que seja lançado na segunda quinzena de outubro. No dia 15 do mês citado, haverá um jogo entre Bahia e Corinthians na Fonte Nova, data estudada para o lançamento.

Petkovic pediu para virar sócio antes de sair

Engana-se quem pensa que Petkovic deixou o Vitória para sempre. O último ato do sérvio como diretor de futebol do clube foi, na verdade, um ato de fidelidade: pediu para que funcionários fizessem um Sou Mais Vitória para ele. Pouco depois, no dia 24 de julho, acabou demitido. Se o pedido foi ou não atendido, não se sabe: o fato é que Pet não aparece entre os sócios ativos divulgados pelo site oficial do Leão.

Pet também é compositor

Ex-diretor, gerente de futebol, técnico e jogador do Vitória, Petkovic pode colocar outra função no currículo: compositor. O sérvio assina algumas músicas do disco de estreia da filha e cantora Ana Petkovic, que será lançado terça-feira (5), no Rio de Janeiro. Vale conferir.

Jorge Wagner faz curso de gestão

Sem jogar desde o Campeonato Baiano, quando atuou pelo Fluminense de Feira, Jorge Wagner, 38 anos, prepara o próximo passo na carreira: ele participa neste mês do curso de Gestão Técnica no Futebol, da Universidade do Futebol.

Equatoriano já foi embora

Contratado em março da LDU, o equatoriano Harold Carcelén acabou dispensado do Bahia na semana passada. Vindo para o time sub-20 como uma aposta, o volante ficou até julho sem jogar por causa da janela internacional. Em menos de dois meses, não agradou.