Com dois acessos no currículo, Paulinho Dias dá lição ao elenco tricolor

Bahia está na sexta colocação do Brasileirão da Série B e precisa terminar entre os quatro primeiros para voltar à elite

Publicado em 13 de outubro de 2015 às 15:18

- Atualizado há 10 meses

Se tem alguém com receio de não ver o Bahia na Série A do ano que vem, esqueça. Se você é torcedor, levante a cabeça, vista a camisa, solte o grito e acredite até o fim. Se é jogador, trabalhe diariamente e encare cada jogo como uma final, sem temer o adversário que vem pela frente. Afinal, o medo não leva ninguém a nada.

Esse é o atual pensamento do volante Paulinho Dias, que garante não temer que o Bahia não consiga o acesso à elite do Brasileirão ao fim da Série B. Tanta confiança vem de um histórico vitorioso. O jogador tricolor ajudou a Chapecoense a subir para as Séries B e A nas temporadas de 2012 e 2013, respectivamente.Volante Paulinho está confiante em conseguir mais um acesso na carreira(Foto: Mariana Silva/CORREIO)“Medo? De coração, a gente não tem que ter medo nunca. Não tenho medo de não subir, nem de nada. Se trabalharmos forte, o acesso virá como consequência. Medo só atrapalha. Tem que usar como combustível. Não temos nada a temer”, decreta o jogador.

O segredo para chegar ao terceiro acesso, segundo ele, está dentro do próprio Bahia. “O envolvimento da diretoria, comissão e jogadores com a Série B me impressionou. É diferente. Procuramos saber tudo do adversário, quem joga, quem está suspenso...”.

Bom para todos A importância de subir, segundo Paulinho Dias, vai além da alegria do torcedor e da valorização no currículo dos jogadores. “Quando o time consegue o acesso, envolve a cidade, o estado. Falo com propriedade, pois vi isso na Chapecoense. Através do futebol, Santa Catarina cresceu demais. O acesso envolveu comércio, economia. Foi bom para todos”, relembra o volante, que chegou ao Bahia em setembro e virou titular.

Com 48 pontos, o time precisa chegar a pelo menos 63 para ter a vaga praticamente garantida. Para isso, precisa vencer cinco dos oito jogos que ainda fará na competição. O primeiro passo será contra o Oeste, sábado, fora de casa.[[saiba_mais]]