Com Souza de volta, Bahia encara líder Botafogo para se consolidar no G4

Após o Botafogo, o Bahia terá duas partidas seguidas em casa contra Santa Cruz e ABC

Publicado em 31 de outubro de 2015 às 07:04

- Atualizado há 10 meses

Os jogos de Bahia e Vitória se entrelaçam hoje, às 16h10. No Rio, o tricolor precisa ganhar do Botafogo para se consolidar no G-4, o que ajudará o Leão na disputa pela liderança. No Barradão, o rubro-negro recebe o Náutico e pode frear um concorrente direto do Esquadrão na briga pelo acesso.

A ordem no Bahia é estragar a festa do Botafogo num Engenhão que espera grande público. O líder trata o duelo no Engenhão como o jogo do acesso, já que uma vitória o deixará, no mínimo, 12 pontos à frente do quinto colocado faltando cinco rodadas para o fim da Série B. TV Bahia exibe. Souza volta de suspensão, treina na vaga de João Paulo Penha e será titular contra o Botafogo, no Engenhão (Foto: Arisson Marinho/Arquivo CORREIO)Acostumado a esse tipo de jogo, o técnico Charles já orientou seus comandados a ter paciência. “A gente tem que tirar proveito dessa atmosfera do Botafogo. Se eles ganharem, terão o acesso garantido. Nós temos que ter a cabeça tranquila, voltada para o nosso objetivo, que são os três pontos, que nos darão uma condição muito boa”.

Após o Botafogo, o Bahia terá duas partidas seguidas em casa contra Santa Cruz e ABC, o que pode garantir o acesso da equipe ou pelo menos deixar  muito bem encaminhado.  “A gente sabe que é um jogo chave e fundamental contra o líder do campeonato, pois temos dois jogos em casa em que podemos decretar ou ficar próximos da vaga. Fizemos boa semana e estamos focados em trazer o triunfo”, acredita o meia Tiago Real.

As mudanças na equipe titular em relação ao time que venceu o Criciúma por 1x0, no dia 20, são a volta de Souza, livre de suspensão, no lugar de João Paulo Penha e de Vitor na lateral esquerda, já que João Paulo foi vetado. Sob efeito suspensivo, Kieza está liberado para jogar.  A novidade maior está fora até do banco de reservas. O volante Pittoni não foi relacionado e ficou em Salvador.Bom retrospectoO tricolor levou a melhor nas últimas duas vezes em que enfrentou o Botafogo no Rio. Em 2013, o clube carioca disputava o título brasileiro com o Cruzeiro e perdeu por 2x1.

No ano passado, o Bahia  também venceu de virada, desta vez por 3x2. A última derrota do Bahia para o Botafogo foi em 2012, por 3x0, no Engenhão.

Com mudançasLíder da Série B com 62 pontos, o Botafogo trata o duelo contra o Bahia como jogo do acesso. O técnico Ricardo Gomes faz mistério sobre o time que, sem contar com Navarro, deve ter o ataque formado por Sassá e Neilton. O lateral-esquerdo Carleto, recuperado, volta ao time. “Temos de jogar muito bem. É um clássico. Sem jogar bem, será difícil (vencer)”, disse Ricardo Gomes.