Saiba estratégias de aluno que 'fechou' a prova de Matemática do Enem

Estudante de Engenharia Elétrica que gabaritou a prova em 2016 dá dicas para candidatos

Publicado em 27 de setembro de 2017 às 06:30

- Atualizado há 10 meses

. Crédito: Foto: Arquivo pessoal

Acertar as questões de Matemática não é uma tarefa fácil para muita gente, mas o estudante catarinense Nicolas Yamakoshi, 18 anos, superou todas essas expectativas e conseguiu gabaritar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano passado. Ele sempre teve facilidade com a disciplina, mas usou estratégias de estudo para conseguir se dar bem. Hoje, ele cursa Engenharia Elétrica na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Leia também: Saiba quais são os assuntos mais cobrados da prova de Matemática no Enem

O CORREIO conversou com o estudante para saber quais os segredos do estudante. Confira as principais dicas:

“Sempre tive facilidade na escola em geral. Eu só estudava na véspera da prova e tirava 9, 10. No terceiro ano eu mudei de escola e fui para uma que era mais focada no Enem, o Colégio Energia (parceiro do SAS Plataforma de Educação). A partir disso eu comecei a usar apostilas que eram focadas no Enem. 

Até o meio do ano eu tinha estudado muito pouco. Estudava só duas, três horas por dia. Depois das férias eu comecei a estudar mais. Entrava 7h30 na escola e tinha aula até meio-dia. Eu parava duas horas para o almoço e depois ficava até 22h na biblioteca da escola. Eu estudava até 22h, pra ter uma alta carga horária na semana e nos fins de semana poder me divertir e me manter motivado. Daí eu ficava revisando a matéria dada no dia, e as que eu tinha mais dificuldade. Apesar de ter facilidade em matemática, eu não deixava acumular matéria.

Aí comecei a fazer as provas anteriores do Enem. Eu fazia e ia acompanhando as questões que errei, qual era o conteúdo que caía nelas e me baseando nisso, focava o estudo. Ao longo de uma semana fazia uma prova do Enem. Se na segunda eu fazia matemática, na terça eu fazia linguagens. Em matemática eu conseguia fazer a prova em duas horas. Eu sabia que tinha calcular o tempo pra fazer prova, para resolver [as questões] de acordo com as horas. Eu pude perceber que os assuntos não mudavam de um ano para o outro. Eu fazia as provas anteriores e via quais caíam mais e conseguia fazer.

Eu tinha bastante ajuda do meu professor de matemática. E também tem aquela estratégia pega-varetas, que funciona basicamente assim:  no momento que recebe a prova, você lê ela toda e classifica em fácil, médio e difícil. E partir disso vai respondendo do fácil para o difícil. E com isso você segue a Teoria de Resposta ao Item (TRI), que é o método usado no Enem. O TRI prioriza a coerência das respostas. Você não pode errar a fácil e acertar a difícil. Esse método também me ajudou a ter bastante confiança. Eu fui exercitando isso desde e primeira prova pra fazer o Enem.

Tirando o Enem 2015, eu fiz umas quatro provas. Eu simulava em casa, mas nunca cheguei a gabaritar. Quando eu vi que tinha acertado todas, foi uma boa surpresa. Tive dificuldade em algumas questões, mas procurei organizar o tempo junto com as outras provas que eu tinha que fazer, que eram a Redação e a prova de Linguagens. Eu demoro bastante para fazer a Redação, aí em Linguagens eu fui bem rápida e fiz em 1h e gastei muito tempo também em Matemática. Eu priorizei Matemática porque eu sabia que o peso era maior do que o das outras provas.

Para prova do Enem não vale muito a pena decorar as fórmulas, porque geralmente eles não pedem muito. A questão é desenvolver estratégias para resolver os problemas que eles dão. Eles pedem mais estrategias do que fórmulas. É uma habilidade que você tem de olhar para o problema e fazer uma estratégia.”

[[publicidade]]

CORREIO disponibiliza 12º simulado, com questões de Matemática Agora que você já tem o caminho das pedras para ter um bom desempenho na prova de Matemática, é hora de ver se o que estudou, até aqui, foi bem assimilado. Já está disponível o 12º simulado para o Enem, publicado toda quarta-feira, para ajudar na revisão para a prova. Os alunos poderão fazer o simulado sobre Matemática e suas Tecnologias. Para ter acesso a ele e aos outros 11, basta acessar o canal: www.correio24horas.com.br/enem. Há também questões de Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Linguagens.

Para acessar os simulados, basta apenas informar o nome, o endereço de e-mail e a carreira que pretende seguir. A série tem um total de 17 fascículos e está prevista para sair até o início de novembro. O conteúdo é do Sistema SAS Plataforma de Educação, com patrocínio da FTC.