LAS VEGAS

Bono interrompe show do U2 para pedir que plateia grite nome de Alexei Navalni

O cantor relembrou que, no próximo dia 24, serão completados dois anos da invasão da Rússia na Ucrânia

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 19 de fevereiro de 2024 às 06:51

A banda irlandesa U2 recebe o prêmio de ícone global durante MTV Europe Music Awards (EMA) 2017 na Arena de Wembley em Londres.
A banda irlandesa U2 recebe o prêmio de ícone global durante MTV Europe Music Awards (EMA) 2017 na Arena de Wembley em Londres. Crédito: BEN STANSALL/AFP

Bono, vocalista do U2, interrompeu um show da banda no The Sphere, em Las Vegas, na noite de sábado, 17, para fazer uma manifestação favorável a Alexei Navalni, líder da oposição russa que morreu no dia anterior. Ele pediu que a plateia repetisse seu nome diversas vezes.

O cantor relembrou que, no próximo dia 24, serão completados dois anos da invasão da Rússia na Ucrânia. "Para estas pessoas, ‘liberdade’ é a palavra mais importante do mundo. Tão importante que ucranianos estão lutando e morrendo por ela", afirmou.

"Aparentemente, Putin nunca dirá seu nome. Então pensei que hoje, nós, pessoas que acreditamos na liberdade, devemos dizer seu nome. Não apenas lembrá-lo, mas dizê-lo: Alexei Navalni!", continuou Bono, antes de puxar repetidos coros pelo nome do ativista.

Navalni morreu na prisão na última sexta-feira, 16, segundo autoridades locais. Ele estava preso em uma colônia penal em Kharp, no Ártico russo, e pouco se sabia sobre o seu exato estado de saúde. Navalni liderava há mais de 10 anos a dissidência contra o líder russo, Vladimir Putin e já tinha sofrido um envenenamento em 2021.