LÍDER DA SEMANA

Davi lembra de episódio de racismo sofrido em Salvador: 'Saíram correndo'

Baiano comemorou chegar à reta final do reality: 'É difícil chegar em um topo desses aqui'

  • Foto do(a) author(a) Alô Alô Bahia
  • Alô Alô Bahia

Publicado em 8 de abril de 2024 às 16:19

Davi, do BBB 24 Crédito: Reprodução

Após conquistar a sua primeira liderança do BBB 24 neste domingo (7), o baiano Davi Brito desabafou com a colega de confinamento Isabelle sobre as oportunidades geradas a partir da sua participação no reality e os desafios enfrentados como uma pessoa negra.

“É difícil chegar em um topo desses aqui. Por mais que falem que o público gosta de você, sabemos que existe racismo. O racismo existe (…) É complicado”, afirmou.

O motorista de aplicativo relembrou ainda um episódio que viveu em Salvador, quando ele e outro homem negro praticavam exercícios físicos no Farol da Barra e duas mulheres que estavam próximas esconderam a bolsa e aceleraram os passos. Segundo Davi, o outro homem começou a chorar pelo ocorrido:

“Ele falou assim: ‘As meninas saíram correndo pensando que ia assaltar elas, mas não sou assaltante não, só estou fazendo minha caminhada. Isso é por causa da minha cor? Da forma como estou vestido? Por não ter condições de comprar uma roupa bacana? De cortar meu cabelo? De andar mais arrumado e cheiroso? De estar com relógio de ouro no braço?'”.

Durante a conversa, Davi contou ainda que irá utilizar o prêmio de R$ 100 mil conquistado na Prova do Líder para comprar uma casa para a mãe, além de destinar parte do valor para sua irmã. O brother, que planeja cursar medicina após deixar o reality, também irá usar o dinheiro para investir nos seus estudos. “Virar doutor vai ser a realização de um sonho de infância (…) Focar nos estudos e dar orgulho para minha mãe“, declarou.