MÚSICA DE QUALIDADE

Djonga se apresenta na Concha Acústica do TCA e revela o momento mais especial que já viveu na Bahia

O seu novo projeto foi motivado pelo desejo de, através da música,

  • Foto do(a) author(a) Alô Alô Bahia
  • Alô Alô Bahia

Publicado em 23 de abril de 2024 às 10:15

Djonga
Djonga Crédito: Divulgação

Unindo música, teatro e performance, o cantor Djonga desembarca em Salvador com a turnê “Inocente Demotape”, inspirada no seu mais recente álbum, que foi lançado em outubro de 2023 e se firmou como a melhor estreia dos últimos tempos do Spotify Brasil. A apresentação acontece nesta sexta-feira (26), a partir das 19h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. Os ingressos custam entre R$ 50 e R$ 140 e podem ser adquiridos na bilheteria do teatro e através da plataforma Sympla.

De acordo com o rapper mineiro, o seu novo projeto foi motivado pelo desejo de, através da música, proporcionar sorrisos e manter viva a esperança de que, apesar de tudo, o amor transforma sonhos em realidade.

“O grande diferencial do Inocente Demotape tem a ver com o processo de construção. Acredito que consegui manter a minha essência e autenticidade, mesmo saindo da zona de conforto e apresentando um novo conceito de trabalho”, contou Djonga, em conversa com o Alô Alô Bahia.

Através de uma cenografia produzida nos mínimos detalhes, assinada por Daniel Bowie, Glauber Apicela e André Martins, Djonga busca proporcionar uma experiência imersiva e fazer os fãs viverem uma verdadeira catarse. No palco, estarão elementos que contam um pouco da história do artista, como o banco da praça da sua cidade de origem e a casa da sua avó.

Em clima de expectativa para desembarcar na capital baiana, Djonga adianta que o público pode esperar um show emocionante e relembrou ainda um dos momentos mais marcantes que já viveu aqui. “Dividir o palco com minha avó no Afropunk 2023 foi um dos momentos mais especiais que a Bahia já me proporcionou. Receber a bênção, o axé e a força dela em um dos maiores festivais de de cultura preta do mundo foi uma das coisas mais especiais que já vivi”, revelou.