Após estapear Xande de Pilares, integrante do grupo 'Revelação' diz: "Ele me peitou"

Mauro Júnior quebrou o silêncio e resolveu se pronunciar sobre a confusão com o cantor

Publicado em 2 de fevereiro de 2016 às 10:03

- Atualizado há 10 meses

O músico Mauro Júnior quebrou o silêncio e resolveu se pronunciar sobre a confusão com o cantor Xande de Pilares. De acordo com informações do colunista Léo Dias, do jornal 'O Dia', os dois protagonizaram uma baita confusão durante o Pagode Show de Bola, um encontro de músicos, que acontece terça-feira e é realizado pelo promoter Goes. Ao chegar no local, ele foi cumprimentar o ex-colega de profissão, banjoísta do grupo 'Revelação', banda no qual o cantor fez parte por muitos anos e saiu de forma não muito amigável, mas ele não correspondeu o pedido.(Foto: Divulgação)Xande insistiu em falar com o rapaz e foi atrás dele, o que gerou uma grande confusão no local. O cantor foi até o banjoísta e xingou ele de tudo quanto era nome, deixando o colega irritado. Mauro não gostou do que ouviu e deu um tapa na cara do artista. A confusão aumentou e os amigos que estavam no local apartaram a briga. Já nesta terça-feira (2), o artista esclareceu a polêmica e explicou como tudo aconteceu."Foi um estresse desnecessário, Leo. O Xande falou muita bobagem a meu respeito na rua, em entrevistas. Falou para um monte de pessoas que eu conheço, que conhecem ele e que me conhecem. Não ia ter estresse nenhum, porque a gente foi lá só para prestigiar um amigo nosso. Na hora que eu estava indo embora, ele cismou de falar comigo, foi apertar a minha mão. Eu não quis apertar e fui para o carro. Quando eu estava manobrando eu vi pelo meu retrovisor ele batendo o braço e falando um monte de besteiras. Eu desci do carro e os caras falaram que ele estava me xingando, dizendo que eu era mal educado. Eu fui lá falar com ele e ele me peitou. Não dei um tapa na cara dele, eu empurrei, mas como ele é mais baixo do que eu, minha mão pegou no rosto dele", explicou."Na minha folga eu prefiro curtir minha família, passear com a minha esposa, com o meu filho. Eu fui lá porque era justamente o aniversário de um amigo e ele pediu para a gente dar um pulinho lá. Por isso foi o “Revelação” todo, não fui sozinho. Fui prestigiar o Bode, que é o dono do pagode, não fui lá para arrumar confusão com ninguém como estão dizendo. Eu estava quieto no meu canto: O Xande lá e eu cá", completou.Ainda na entrevista, Mauro falou também sobre o motivo do seu desentendimento com Xande. "Quando ele saiu, deu uma entrevista falando que tinha vaidade no grupo. Vaidade para mim é querer aparecer, e ninguém do grupo queria. Quem estava no “Esquenta” era ele. Quem era o cantor era ele. Ninguém nunca quis cantar. Quando perguntaram ao Xandy de quem era a vaidade, ele falou que era do empresário", disse."Ele só podia estar de brincadeira quando falou que a vaidade era do Cosminho. Então ele saiu por causa do Cosminho? Eu fui falar com ele quando soube que ele estava me acusando de roubo, tenho testemunhas. Ele disse que jamais falaria isso de mim e depois continuou falando. Como ele vai apertar a minha mão se ele acha que eu o roubei? Ninguém do “Revelação” acha isso, só ele. Aí não aguentei, sou homem, não tem como", afirmou.Procurado pela coluna, o cantor Xande, que está em carreira solo, não quis se pronunciar sobre o assunto.