Durval esclarece polêmica e aposta em 'Metralhadora' como música do Carnaval

Apaixonado por trio elétrico, o cantor se apresentou sábado no bloco Cocobambu e de domingo a terça-feira no Me Abraça

Publicado em 9 de fevereiro de 2016 às 22:20

- Atualizado há 10 meses

Alvo de polêmicas recentes após supostamente declarar que não se sente tão seduzido por continuar cantando em blocos de Carnaval em Salvador, o cantor Durval Lelys conversou com o CORREIO e fez questão de esclarecer os fatos.

VEJA TUDO O QUE ESTÁ ROLANDO NO CARNAVAL (Foto: Arthur Garcia/ Agecom)"Foi um engano. uma má interpretação. O que eu disse é que a Bahia democraticamente recebeu todos os artistas do Brasil, como Wesley Safadão, Jorge e Matheus, Aviões do Forró e tantos outros. Agora, o que deve acontecer e que já estava acontecendo, é o Brasil receber a Bahia em outros estados. Esse ano, eu puxei pela primeira vez um bloco no Rio. O que eu achei legal é que a Bahia mostrou o caminho do Carnaval para o Brasil na questão da participação do povo das ruas e que eu achava interessante que um dia a gente podia fazer um bloco em cada um desses estados e com artistas misturados. Criaram uma polêmica, mas eu não disse nada isso de que não estava feliz", explica.

BAIXE O FAROL: O APLICATIVO QUE VAI TE GUIAR NO CARNAVAL

Apaixonado por trio elétrico, o cantor se apresentou sábado no bloco Cocobambu e de domingo a terça-feira no Me Abraça. No repertório, ele apostou em antigas músicas do Asa de Águia, além de músicas novas como Tipanpan, Sua Cabeça e Tá de Onda.

No entanto, para o cantor, a música do carnaval já tem dona: A Vingadora. "É a música do Carnaval, não tenho dúvidas. Tem muita música boa, como Sua Cabeça, Daquele Jeito, Vai que Cola, Cara pro Sol, Descidinha, Farol. Tem várias, mas a que está mais falada é a da Metralhadora. A menina (Tays Reis) chegou bem, acho merecido, está na boca de todo mundo", comentou.