controle na mão e secador ligado

Até próxima partida, Bahia terá longa folga e precisará secar os adversários

Tricolor só entra em campo dia 25 e, até lá, precisará torcer pela derrota de adversários do Z4 para não afundar na Série A

  • Foto do(a) author(a) Vinicius Harfush
  • Vinicius Harfush

Publicado em 14 de novembro de 2023 às 05:00

Bahia poderá enfrentar o Corinthians já na zona de rebaixamento
Bahia poderá enfrentar o Corinthians já na zona de rebaixamento Crédito: FELIPE OLIVEIRA/EC BAHIA

Serão 13 longos dias. Esse é o tempo que a torcida do Bahia vai precisar remoer os pontos perdidos nos dois últimos jogos em casa enquanto seca os adversários de tabela e espera pelo duelo diante do Corinthians, fora de casa, no próximo dia 25 de novembro. O Timão, aliás, segue na briga contra o Z4 e é adversário direto do tricolor. A pausa no calendário da Série A se deve à disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo, onde o Brasil enfrenta Colômbia e Argentina.

E o torcedor tricolor vai ter algumas oportunidades de assistir partidas pela televisão nesse período. Algumas, aliás, muito provavelmente acompanhadas de um secador gigante. Mais especificamente as duas partidas atrasadas do Cruzeiro. O Cabuloso está um ponto atrás do Bahia, no 17º lugar com 37 pontos, abrindo o Z4, mas pode chegar a abrir cinco pontos de vantagem para o Esquadrão caso vença seus compromissos, o que afundaria a equipe de Rogério Ceni na zona de rebaixamento. O 16º colocado ficaria, no mínimo, quatro pontos à frente do tricolor.

Um dos duelos do Cruzeiro será diante do Vasco, no dia 22, em Belo Horizonte. O Vasco também está disputando na zona maldita e tem um jogo a menos. É o 15º colocado com 40 pontos. Já a outra partida atrasada do Cruzeiro será diante do Fortaleza dias antes, em 18 de novembro. Os mineiros vão até o Castelão enfrentar o tricolor cearense, que apesar da rivalidade regional pode ajudar muito o companheiro nordestino na tabela.

Ou seja, o real cenário de disputa do Bahia na Série A só será revelado para o torcedor depois do dia 22. Até lá, as projeções, contas matemáticas e superstições são as principais armas que a torcida azul, vermelha e branca tem para esperar o próximo confronto.

Tempo para reparos

De um lado, uma torcida que sofre com a demora do próximo jogo. Do outro, um elenco que precisa aproveitar cada segundo desse período para evoluir positivamente e corrigir as falhas cometidas contra Cuiabá e Athletico Paranaense. O técnico Rogério Ceni retoma os treinamentos nesta terça-feira (14) após folga da equipe na segunda.

Até o dia 25, o treinador precisará corrigir as falhas, principalmente defensivas, e ao mesmo tempo desenhar o time titular que irá até a capital paulista enfrnetar o Corinthians.

Ceni não poderá contar com o atacante Everaldo. Artilheiro do time na temporada com 19 gols, o camisa 9 recebeu o terceiro amarelo e não atuará na partida. Quem também está suspenso por cartão é o zagueiro David Duarte, que recebeu um amarelo do banco de reservas no último domingo.

Por outro lado, Rogério terá Camilo Cándido de volta, que cumpriu suspensão após expulsão diante do Cuiabá. Mas vale ressaltar que o uruguaio foi expulso com vermelho direto e já estava com dois cartões amarelos acumulados. Ou seja, o lateral retorna com os mesmos cartões e entra em campo pendurado.

Por mais que o momento seja delicado, Ceni segue acreditando na reta final de competição do Bahia e ressaltou que é ‘inadmissível imaginar o Bahia sendo rebaixado nesta Série A. Na coletiva pós jogo de domingo, o treinador foi duro ao falar da projeção do time envolvendo a queda.

“Para mim é tratado como inadmissível, não me interessa o que os outros pensam. Eu duvido que eles (diretoria) deem uma ordem, acharem uma coisa normal o Bahia ir para a segunda divisão. Então tem que ser tratado de forma inadmissível por nós e pelos atletas. Somos nós que entramos em campo, somos nós que preparamos o time. A palavra inadmissível tem que estar ligada a nós”, afirmou.