TÊNIS

Djokovic atropela russo em Monte Carlo e estreia com boa vitória no saibro

Número 1 do mundo venceu Roman Safiullin por 2 sets a 0

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 9 de abril de 2024 às 14:59

Djokovic em ação no Masters 1000 de Montecarlo
Djokovic em ação no Masters 1000 de Monte Carlo Crédito: Rolex Monte-Carlo Masters/Divulgação

De volta às quadras após quase um mês, Novak Djokovic fez grande estreia no saibro na temporada, nesta terça-feira (9). O tenista número 1 do mundo atropelou o russo Roman Safiullin pelo placar de 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/2, em apenas 1h10min, no Masters 1000 de Monte Carlo, em Mônaco.

Estreando direto na segunda rodada, Djokovic não tomou conhecimento do rival, atual 41º do ranking. O sérvio chegou a abrir 4/0 no set inicial, encaminhou a parcial com tranquilidade E manteve o ritmo ao longo do segundo set. O favorito não teve seu serviço ameaçado em nenhum momento da partida.

Com a vitória, Djokovic avançou à terceira rodada de Monte Carlo pela 14ª vez na carreira. No total, ele soma 17 participações no torneio, um recorde que agora divide com o espanhol Rafael Nadal e o francês Fabrice Santoro. O sérvio tem dois títulos no saibro de Mônaco, obtidos em 2013 e 2015.

O próximo adversário do líder do ranking vai sair do confronto entre o jovem francês Arthur Fills e o italiano Lorenzo Musetti. "Estou muito feliz. Acho que mesmo nos jogos que perdi tive break points. É uma primeira partida realmente ótima no início da temporada de saibro. Sempre houve altos e baixos. No ano passado também. Então, espero manter esse ritmo", comentou Djokovic.

O sérvio vinha de uma fraca campanha no Masters de Indian Wells. No torneio americano, ele perdeu logo na segunda partida, para um adversário que era apenas o 123º do mundo.

A rodada desta terça também foi marcada pelas quedas precoces do suíço Stan Wawrinka e do italiano Matteo Berrettini. Wawrinka, conhecido pelos bons resultados no saibro, caiu diante do australiano Alex de Minaur por 6/3 e 6/0.

Berrettini, por sua vez, decepcionou porque vinha de título, conquistado em Marrakech, no Marrocos, no fim de semana, também no saibro. Foi o primeiro troféu do italiano em dois anos. Ele foi eliminado pelo sérvio Miomir Kecmanovic por 6/3 e 6/1.

Também avançaram o americano Sebastian Korda, o espanhol Roberto Bautista Agut, o chinês Zhang Zhizhen e o polonês Hubert Hurkacz.