A seis rodadas do fim da Série B, dupla Ba-Vi abre vantagem no G-4

Bahia e Vitória seguem firme na luta pelo acesso e estão cada vez mais perto de voltar à série A

Publicado em 27 de outubro de 2015 às 10:39

- Atualizado há 10 meses

O fim de ano está aí, a Série B vai afunilando e a calculadora, fiel escudeira nesse período, ganha uma importância chave para auxiliar os torcedores. Dessa vez, a matemática está muito a favor da dupla Ba-Vi, bem na briga para ter um fim de temporada feliz com o retorno à Serie A.Com mais seis jogos pela frente, o Vitória tem sete pontos de frente para o quinto colocado Sampaio Corrêa e precisa vencer mais dois jogos para chegar aos 63 pontos, visto com 95,6% de chance de acesso pelos matemáticos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Cálculo que projeta 99% de chance de G-4 para quem atingir 64 pontos.Nessa outra perspectiva, o Leão precisaria de mais sete pontos para sorrir. Uma missão confortável, já que três desses seis jogos serão em casa, a começar pelo confronto contra o Náutico, sábado, às 16h10, no Barradão. Os outros dois, marcados para a 36ª e 37ª rodadas, serão contra Luverdense e Ceará, dias 14 e 21 de novembro, respectivamente.Vice-líder da Série B, Leão está cada vez mais perto do acesso (Foto: Mauro Akin Nassor/CORREIO)Fora Náutico e Luverdense, o rubro-negro ainda tem o América-MG como confronto direto pelo G-4, dia 10 de novembro, em Belo Horizonte. “Acho que a gente primeiro tem que fazer nossa parte jogando em casa. A gente tem seis jogos para disputar e nós sabemos que temos condições de buscar o título até o final”, entende o lateral-esquerdo Diego  Renan, que volta ao time titular após cumprir suspensão no 0x0 contra o CRB.De fato, além do encaminhamento para a Série A, o Vitória segue com o pensamento fixo no título apesar dos cinco pontos de diferença para o líder Botafogo. “Temos jogos complicados e o Botafogo também tem. Continuamos essa briga e esperamos chegar na última rodada com os pontos possíveis para ser campeão”, comenta o goleiro Gatito, ciente da necessidade de vencer após dois empates para ampliar suas possibilidades de título, hoje em 10,7%. Tricolor Por outro lado, o Bahia aumentou e muito suas chances de acesso com as duas vitórias seguidas sobre Oeste e Criciúma sob comando de Charles. Seis pontos que fizeram o tricolor entrar, se estabelecer no G-4 e abrir quatro pontos para o Sampaio Corrêa. Agora, o Esquadrão aparece com 65,8% de chances de acesso, tendo que vencer três dos seis jogos para chegar aos 63 pontos e entrar na margem de 95% de chance de acesso. Assim como o Vitória, o Bahia tem três jogos em casa e três confrontos diretos pela frente. Dois deles já de cara: diante do Botafogo, sábado, no Rio, e na rodada seguinte diante do Santa Cruz, dia 7 de  novembro, na Fonte Nova. Meta do Bahia para voltar á série A começa pelo goleiro Douglas Pires (Foto: Divulgação/ECBahia)Goleiro tricolor, Douglas Pires já fez sua conta particular.  “Sinceramente, a única conta e números que eu converso com os meus companheiros é a dos cinco jogos sem tomar gol. Já passaram três e faltam dois. A única conta que eu fiz no campeonato foi essa. Sabemos que estamos próximos de conquistar o acesso, precisamos sair de casa e jogar para vencer. Os meus cálculos são esses, de cinco jogos sem tomar gol e faltam dois”, revela Douglas, soberano diante de  Paysandu, Oeste e Criciúma.Ajuda mútuaSe Douglas Pires não levar gol no Engenhão e o Bahia vencer, o fato será comemorado pelo Vitória, que também ajuda bastante o Bahia caso vença o Náutico.  Em oitavo, o time pernambucano é um dos três times  com 49 pontos. A briga pelo G-4 se estende até o Luverdense, em 10º, com 48.