ELIMINATÓRIAS

Gabriel Jesus é cortado de jogo contra a Colômbia e não viaja com a seleção

A expectativa da comissão técnica liderada por Fernando Diniz é contar com o atleta para o jogo contra a Argentina

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 15 de novembro de 2023 às 17:22

Gabriel Jesus
Gabriel Jesus Crédito: Vitor Silva/CBF

Alvo de polêmica entre a seleção brasileira e o Arsenal, Gabriel Jesus foi cortado da partida contra a Colômbia, nesta quinta-feira, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2026. O atacante sequer vai viajar para a Barranquilla com a delegação brasileira nesta quarta.

"O atacante Gabriel Jesus ficará na Granja Comary, acompanhado do fisioterapeuta Charles Costa, do preparador Marquinhos e do médico Felipe Kalil para dar sequência ao processo de recuperação e condicionamento físico", informou a CBF, nesta quarta.

A expectativa da comissão técnica liderada por Fernando Diniz é contar com o atleta para o jogo contra a Argentina, na terça-feira, dia 21, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. A partida será a última da seleção neste ano.

Gabriel Jesus sofreu uma lesão muscular na coxa no fim de outubro, em partida do Arsenal contra o Sevilla, pela Liga dos Campeões. Desde então, não fazia trabalhos com bola no clube inglês. Por isso, a convocação do atacante por Diniz, no início de novembro, surpreendeu o time londrino.

Na ocasião, o técnico Mikel Arteta afirmou que não tinha previsão sobre o retorno de Gabriel Jesus aos treinos com bola. O clube até tentou reverter a convocação, sob o argumento de que o jogador ainda estava em processo de recuperação, mas a CBF manteve a decisão.

O médico da seleção, Rodrigo Lasmar, justificou a convocação nesta semana. "Está em adaptação no campo e o fato de trazermos o jogador é uma filosofia do Diniz para tê-lo perto, acompanhar o dia a dia. Não estamos falando quando ele jogará, convocamos um jogador a mais nesta lista, mas é um jogador que se colocou à disposição desde o início para se apresentar à seleção", declarou.

Gabriel Jesus era uma aposta de Diniz para formar o quarteto ofensivo ao lado de Rodrygo, Vinicius Júnior e Raphinha nesta Data Fifa. Sem o jogador do Arsenal, o treinador vai escalar Gabriel Martinelli, companheiro de Jesus no clube londrino. Sem o atacante, Diniz terá Endrick (Palmeiras), Paulinho (Atlético-MG) e Pepê (Porto) como opções para o ataque no banco de reservas, nesta quinta.