IMAGINA SÓ...

Mbappé e Haaland foram descartados pelo Barcelona, diz ex-diretor

Segundo Javier Bordas, astros chegaram a entrar no radar do clube catalão, que optou por outros jogadores

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 5 de abril de 2024 às 19:30

Mbappé vai deixar o PSG ao fim do contrato
Mbappé deve deixar o PSG ao fim do contrato Crédito: TeamPics/PSG

Dois dos maiores nomes do futebol moderno poderiam compor o ataque do Barcelona, mas o clube recusou ambos. Ao menos, é o que afirmou Javier Bordas, ex-dirigente do clube espanhol, ao programa El Chiringuito. Kylian Mbappé, agora prestes a ir para o rival Real Madrid, e Erling Haaland, goleador do Manchester City, chegaram a entrar no radar do time catalão, mas a diretoria optou por outros jogadores.

Questionado se em algum momento o jogador francês esteve perto de acertar contrato com o Barcelona, Bordas confirmou. A venda de Neymar para o Paris Saint-German por 222 milhões de euros (R$ 812 milhões, na época) em 2017 teria possibilitado a compra. O dinheiro, porém, foi para a compra de outro atacante da seleção francesa.

"Se eu tivesse mandado, ele teria vindo. Mas a direção preferiu o Dembelé. Optei pelo Mbappé, falei com o pai dele, ele teria vindo para o Barcelona", revelou Bordas. Contratado em 2017, o francês saiu da Espanha em 2023 para jogar no PSG, clube em que está até hoje, mas sem destaque. Já Mbappé é um fenômeno que levou a França para duas finais de Copa do Mundo seguidas, sendo campeão em 2018.

Haaland também esteve na mira do dirigente. "Ele queria vir para Espanha. Teria nos custado 20 milhões de euros para o RB Salzburg e outros 20 milhões de euros para Mino Raiola. Ele já tinha explodido. Houve conversas, (mas) havia o Suárez e decidiram não contratá-lo", lamentou.

O atacante deixou o RB Salzburg para juntar-se ao Borussia Dortmund em dezembro de 2019. O uruguaio Luis Suárez, apontado por Bordas como o motivo do veto da contratação de Haaland, saiu do Barcelona meses depois da transferência do norueguês, o que deixou uma vaga aberta no ataque da equipe catalã, que só voltou a ter um nome forte com a camisa 9 em 2022, com Lewandowski.

Uma das peças principais do Manchester City, Haaland já conquistou a Liga dos Campeões, o Campeonato Inglês e a Copa da Inglaterra sob o comando de Pep Guardiola. Antes disso, pelo Borussia Dortmund, foi eleito o melhor jogador da Bundesliga na temporada de 2020/21.

Além de Lewandowski e do brasileiro Raphinha, o atual ataque do Barcelona tem outra joia do futebol, o espanhol Lamine Yamal. Com apenas 16 anos, o jovem é um quebrador de recordes e chama atenção pela personalidade dentro de campo. Ele teve destaque, inclusive, no amistoso entre Espanha e Brasil, empatado por 3 a 3, no Estádio Santiago Bernabéu, em março.