NEGATIVA

Ralf Rangnick recusa convite do Bayern e decide ficar no comando da seleção da Áustria

Clube bávaro busca treinador para substituir Thomas Tuchel

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 2 de maio de 2024 às 13:28

Ralf Rangnick
Ralf Rangnick não aceitou a oferta para assumir o Bayern na próxima temporada Crédito: Reprodução

Principal nome para substituir Thomas Tuchel, Ralf Rangnick afastou a possibilidade de voltar a trabalhar no futebol alemão ao recusar o convite da diretoria do Bayern de Munique para assumir o comando do time profissional.

Atualmente trabalhando como técnico da Áustria, ele preferiu dar segmento ao seu projeto. Por meio de nota no site da seleção austríaca, o treinador explicou o seu posicionamento. "O Bayern falou comigo e comuniquei o fato aos dirigentes da seleção austríaca porque temos uma relação de muita confiança. Sou técnico da Áustria com todo o meu coração, gosto muito do que eu faço e estou determinado a continuar esse caminho", afirmou o treinador.

No comunicado, ele fez questão de dizer que não estava virando as costas para o clube alemão, mas priorizando o seu atual projeto de reformulação no futebol da Áustria. "Gostaria de destacar que não se trata de uma negativa ao Bayern, mas uma decisão a favor da minha equipe e dos nossos objetivos comuns. Estamos totalmente focados na Eurocopa", diz parte do trecho da nota.

Após perder o Campeonato Alemão para o Bayer Leverkusen, a equipe de Munique sonha em chegar à final da Liga dos Campeões. No primeiro jogo da semifinal do torneio europeu, a equipe bávara ficou no empate de 2 a 2 com o Real Madrid e decide a vaga na próxima semana fazendo a partida de volta no estádio Santiago Bernabéu, em Madrid.