BUSCA PELA 15ª

Real vira no fim, elimina o Bayern e se classifica à final da Liga dos Campeões

Time espanhol enfrentará o Borussia Dortmund na final da Champions

  • Foto do(a) author(a) Estadão
  • Estadão

Publicado em 8 de maio de 2024 às 18:50

Real Madrid
Real Madrid se garantiu em mais uma final da Liga dos Campeões Crédito: Divulgação/Real Madrid

O Real Madrid se garantiu na final de mais uma Liga dos Campeões nesta quarta-feira, em jogo de reviravoltas que terminou com vitória por 2 a 1 sobre o Bayern de Munique, no Santiago Bernabéu, pela rodada de volta da semifinal. Após empate por 2 a 2 na Alemanha, o time espanhol foi muito superior em casa, mas sofreu porque Neuer fez grandes defesas, e o Bayern abriu o placar com Davies. Os dois gols da virada saíram depois dos 40 minutos do segundo tempo, ambos marcados por Joselu. No primeiro, o até então herói Neuer falhou ao não segurar uma bola fácil e dar o rebote.

Na final, o Real vai enfrentar o Borussia Dortmund, que venceu o Paris Saint-Germain na terça-feira e garantiu vaga na decisão do torneio de clubes mais importante da Europa. Maior campeão da história da Liga dos Campeões, o clube merengue está em busca de seu 15º título.

Derrotado na semifinal da temporada passada pelo Manchester City, venceu o torneio pela última vez em 2022, com um gol de Vinícius Júnior para garantir o triunfo por 1 a 0 sobre o Liverpool. Já o Bayern tentava lutar por seu sétimo título. Caso conseguisse ir à final, reeditaria o duelo de 2013 com o Borussia, quando bateu o rival alemão e foi pentacampeão.

A etapa inicial do duelo desta quarta foi de muita agressividade do Real Madrid, que dificultou bastante a saída de bola dos bávaros e criou ótimas chances a partir desta pressão. Intenso, Vinícius Júnior foi um grande incômodo para a defesa do time alemão, especialmente para Kimmich, protagonista de duelo diretos com o brasileiro. Na maioria desses embates, o alemão saiu completamente atordoado, domado pela habilidade do atacante

Foi justamente dos pés de Vini Jr. que saíram as melhores chances da equipe espanhola. O grande momento foi uma bola acertada na trave, em lance que ainda rendeu um rebote, finalizado por Rodrygo e defendido com maestria por Neuer. Mais perto do fim da parada para o intervalo, Vini colocou o goleiro bávaro para trabalhar de novo, em cruzamento que passou reto pela defesa e necessitou de última intervenção para não morrer na rede.

O Bayern viu-se acuado durante a maior parte do primeiro tempo. Fora muitos raros os momentos em que conseguiu criar algum lance mais interessante no campo de ataque. A grande oportunidade alemã foi com Harry Kane, que acertou um lindo chute da meia-lua da grande área e parou em ótima defesa de Lunin.

O cenário estabelecido no segundo tempo não foi muito diferente ao da etapa anterior, embora o Bayern tenha criado algumas chances nos minutos iniciais. No Real, contudo, a intensidade era maior. Vinícius partia ainda mais sedento para cima de Kimmich e encontrava muitos espaços para articular jogadas perigosas na ponta esquerda.

O problema é que do outro lado havia Neuer. A dupla de atacantes brasileiros do time espanhol travou uma batalha duríssima com o goleiro alemão. Em 15 minutos, ele defendeu uma linda cobrança de falta de Rodrygo e evitou um golaço de Vini Jr, que veio costurando até ter seu chute defendido pelo veterano de 38 anos

Nacho Fernández chegou a fazer o gol de empate madrilenho, em um lance de sorte ao contar com desvio dentro da área após a finalização. O lance, contudo, foi anulado, já que Nacho empurrou Kimmich antes de chutar a bola.

O empate real veio aos 42 minutos, quando Neuer saiu do posto de herói ao de vilão, já que soltou uma bola fraca de Vini Jr. nos pés de Joselu, que marcou. A virada saiu da cabeça do mesmo Joselu, nos acréscimos, não sem a emoção da revisão do VAR. Em campo, o bandeirinha deu impedimento, mas o gol foi validado após a análise do vídeo.